terça-feira, 3 de julho de 2012

Relvas bateu recordes

O nosso país continua a surpreender tudo e todos. Há muito que se discutiu a questão da licenciatura de José Socrates que anda por Paris a tirar um verdadeiro curso. O caso veio à baila quando o ex-primeiro ministro andava na mó de baixo, também por causa do caso Freeport.

Pelo que se consta, não foi o unico que tirou uma licenciatura em circunstâncias especiais. Miguel Relvas, que nos ultimos tempos tem sido alvo da ira oposicionista; também parece que só marrava durante os tempos da faculdade.

A explicação está aqui, mas é caso unico alguém conseguir licenciar-se num ano, a não ser que seja um sobredotado e se interesse apenas pelos livros, não tendo espaço para vida social muito importante no crescimento de uma pessoa. Se Relvas fez um curso num ano também não se poderia interessar pela política. Perante isto, resta perguntar então como é que Relvas chegou à política?

É curioso que a estas investigações sobre o passado estudantil de politicos influentes e que ainda por cima estão no governo, estejam ligadas faculdades com pouco prestigio. A Independente que já fechou depois do caso Socrates e agora é a Lusofona a dar cobertura ao Ministro Relvas.

Parece de propósito mas não é. Quando se quer dar cabo de uma pessoa politicamente, é ao passado estudantil que se vai arranjar mais uma tentativa para queimar alguém. Vá lá que as noticias não são sobre copianços, castigos durante as aulas ou relacionados com bebedeiras e afins.....



Sem comentários:

Share Button