terça-feira, 10 de julho de 2012

festejar a democracia

Não se trata de festejar uma qualquer vitória da Líbia num jogo de futebol. O que estes Libios estão a comemorar é a realização do primeiro acto eleitoral livre 60 anos depois do ultimo sufrágio e quase um ano após a morte de Muammar Kadafi.

Para o povo Líbio, a possibilidade de voltar a viver em democracia é mais importante que qualquer desafio de futebol. A concretização de um sonho foi manifestada de forma efusiva nas ruas das cidades líbias. Compreende-se e deseja-se que assim seja, até porque é um sinal de enorme vontade em mudar. Ao derrubar o anterior regime, o CNT não quis de maneira nenhuma um regresso ao passado, apesar de fazer renascer um dos símbolos do regime anterior ao de Kadafi. 

A democracia oferece a possibilidade de fazer as pessoas sorrir. Mais do que obter o direito a voto, o que mais importa aos libios é a liberdade. De se poderem exprimir e manifestar em publico a sua alegria. A fotografia reflecte isto mesmo: Para além da comemoração nas ruas, as mulheres podem também ter os mesmos direitos que os homens.

Ao fim de 60 anos, a libertação voltou à Líbia.

Sem comentários:

Share Button