Etiquetas

terça-feira, 5 de junho de 2012

Os Tributos no Brasil


Fonte: brunokabuki.blogspot.com

Hoje falo de um assunto que intriga (ou enraivece) muitos brasileiros, pois, diariamente, vemos nos jornais, portais de internet, na televisão, no rádio e etc. comentários de economistas, políticos, jornalistas e outros, dizendo que o Brasil possui uma das maiores cargas tributárias do mundo.

Sabendo disso, vamos observar um interessante estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário[1]:

- O Brasil tem a 15ª maior carga tributária do planeta.
- Estima-se que em 2012, os brasileiros trabalharão quase 05 meses para pagar todos os impostos, de modo que são pagos mais de 60 tributos diferentes para os governos, nas esferas federal, estadual e municipal.
- Em outras palavras, estima-se que o brasileiro precisa trabalhar, em média, 150 dias para pagar os seus impostos, sendo que, há 10 anos, precisava trabalhar 133 dias, havendo um aumento de 20 dias na década.
- No mundo, o Brasil é o 2º país que mais precisa trabalhar para pagar impostos, ficando atrás apenas da Suécia, país no qual a população necessita trabalhar 185 dias para pagar seus impostos. Em terceiro lugar, temos a França, com 149 dias, em quarto, a Espanha, com 137 dias, e em quinto os Estados Unidos, com 102 dias.
- As pessoas que são consideradas de baixa renda, ganhando até R$3000 (1200€) por mês, levam 143 dias para pagar seus impostos.
- As pessoas que estão na faixa da classe média, com renda entre R$ 3000 e R$10000 (1200€ a 4000€) mensais, levam 159 dias para pagar seus impostos.
- E aqueles que são considerados alta renda, com rendimentos mensais superiores a R$ 10000 (4000€), precisam de 152 dias para pagar seus impostos.
- Resumindo, a classe média é quem paga mais impostos no Brasil.
- São arrecadados R$ 47 mil (€ 18,8mil) por segundo; R$ 2,8 milhões (€ 1,12 milhões) por minuto e R$ 169 milhões (€ 67,6 milhões) por hora no Brasil de tributos.
- Do início do ano até dia 28.05.2012, cada brasileiro pagou R$ 3.107,87 (1243,15€) em impostos.
- Os 05 produtos com mais impostos são a cachaça (82%), casaco de pele de vison (82%), vodca (82%), cigarro (80%) e perfume importado (78%).
- Os 05 produtos com menos impostos são a batata (11%), plantas (13%), grama (13%), medicamentos de uso animal (13%) e jornal (14%).
- Dos combustíveis, 53% do preço da gasolina é imposto.
- Dos eletrodomésticos, o campeão de impostos é o forno de micro-ondas, cujo 59% do preço são impostos. - Na alimentação, o que pesa mais é o açúcar, com 32% do seu preço de imposto.
- O tênis importado é o item de vestuário com maior tributação, 59% do seu preço.
- Já o shampoo é o item de higiene com maior tributação, sendo 44% do seu preço correspondente a impostos.
- Na área de diversão, os ingressos lideram com 41% de impostos.
- E se você tiver interessado em casar-se, saiba que o traje do noivo e vestido da noiva levam 35% de imposto. Por sorte, a cerimonia na igreja tem 0% de tributação, pelo menos isso.

Se formos analisar logicamente estas informações, podemos chegar à conclusão que o país é um dos que mais arrecada recursos com impostos no mundo.

Entretanto, a população não consegue enxergar esta abundância de dinheiro nos serviços públicos, de vez que se vamos a hospitais não temos atendimento médico de qualidade, já que faltam medicamentos, profissionais e até mesmo leitos nas instituições hospitalares, sendo muito comum vermos pessoas em macas nos corredores dos hospitais.

A mesma coisa se pode dizer da educação, com escolas sucateadas, professores mal remunerados e sem qualificação, falta de merenda escolar e greves em quase todas as universidades federais. Isso sem falar dos problemas de segurança, já que temos taxas de homicídios similares a países que estão em guerra civil, sendo que aqui, supostamente, se vive um clima de paz e amor.

E pior, o brasileiro, apesar de pagar muitos impostos, como não possui contraprestação estatal, é obrigado a pagar à iniciativa privada tudo aquilo que ele supostamente teria direito através do Estado.

Assim sendo, se você quer educação de qualidade, tem que pagar uma escola privada; se você não quer morrer a míngua nos hospitais públicos, tem que pagar um plano de saúde; se você quer proteger a sua integridade física, pague uma cerca elétrica, transforme a sua casa em um bunker e não saia nunca mais de lá.

E em Portugal, com esta crise, vocês tem noção de quantos dias precisam trabalhar para sustentar o Estado?

Larissa Bona

Sem comentários:

Share Button