quinta-feira, 21 de junho de 2012

Ilibado, pois claro!

Como não podia deixar de ser Miguel Relvas foi ilibado pela ERC no caso das alegadas pressões sobre o jornal Publico.
Esta é uma não notícia mas que confirma aquilo que já todos esperávamos: todo o circo montado à volta desta questão não ia dar em nada e o braço direito do Primeiro-Ministro sairia desta situação com um grande sorriso nos lábios.
Ainda não foi desta que a oposição conseguiu criar uma crise política dentro do actual executivo. De facto, as entidades reguladores no nosso país estão muito dependentes do poder político. No fundo, elas são o próprio poder político.
Tal como outras entidades reguladoras, a Entidade que superintende a Comunicação Social é uma fachada e não serve para nada.
A não ser para dar mais poder a quem manda em Portugal : os Relvas e Varas do nosso descontentamento.

Sem comentários:

Share Button