sábado, 9 de junho de 2012

Ideias Politicas : A pureza ideológica I

Há quem afirme que os partidos não têm ideologia, que apresentam meras doutrinas ou são regidos por valores.
Dentro dos que consideram que um partido tem de ter obrigatoriamente uma ideologia, há quem entenda que pode ser constituída por várias ideologias ou como se lhe quiserem chamar doutrinas.
Não concordo que os partidos apresentam meras doutrinas ou são fundados em alguns valores. Para mim, todo e qualquer partido tem o seu pensamento, no fundo a sua cartilha de principios e valores com que baseia a sua actividade. É esta a essência da política e dos seus representantes, porque no fundo o que distingue um partido do outro é isso mesmo : a ideologia.
O debate político é ao mesmo tempo um diferendo ideológico, mesmo que as personagens principais acabem por defender o mesmo, embora de maneira completamente diversa. O caminho até pode ser o mesmo, mas a forma de o percorrer é sempre distinto. 


As doutrinas, os valores e os princípios, ou o que se queira chamar são linhas de orientação que todas as forças politicas têm na sua cartilha. Normalmente estes são depois transpostas e elencados nos programas dos partidos e em caso de vitória numa eleição, nos respectivos programas eleitorais e de governo.
No fundo, a Ideologia é aquilo que está no nascimento da força politica ou do Movimento e que em face disso, irá determinar alguns valores e principios.
O debate político está cada vez mais pobre porque hoje em dia discute-se mais as pessoas do que as ideias. O que fazem as primeiras está sempre na linha da frente da atenção mediática em desfavor do nascimento da segunda, e isto acontece muito por culpa dos próprios partidos que se esvaziam cada vez mais nas suas ideologias. Mesmo até nas doutrinas, valores e principios que defendem.
A discussão dos lugares para a empresa X ou Y é mais importante que a proposta feita pelo deputado Z. Mesmo nos debates parlamentares, assistimos cada vez mais a uma troca de galhardetes do que ao debate sobre uma proposta bem como às suas alternativas.....

Questão diferente é saber se um partido se deve concentrar na defesa da sua própria ideologia em vez de "permitir" e "aceitar" várias doutrinas.....Sobre esse tema, falarei mais adiante, mas o que importa agora discutir é se a pureza ideológica deve ser o caminho da nossa democracia.....

(continua dia 11..)

Sem comentários:

Share Button