Etiquetas

sábado, 23 de junho de 2012

A Grande Viagem dos Salmões - familia destruída XXXIII

(...)

Caglão e o seu grupo tinham ficado transtornados após o massacre dos Lobix. A alcateia conseguiu alimentar com grande parte dos Salmonix que foram parar àquelas paragens. O sentimento que reinava no grupo era de profunda tristeza por aqueles que não sobreviveram.

Não havia maneira nenhuma de escapar já que o rio era pouco profundo e os Lobos sentiam-se como peixes na água naquele território. Com poucos membros e a moral em baixo, havia pouca motivação naquele grupo.

Caglão colocou mesmo a hipotese de acabar por ali com a viagem, mas Salberto não deixou que isso acontecesse. Apesar de tudo era necessário continuar para salvar Salmonão....

Entretanto, no outro lado da costa, Salmonisco preparava-se para enfrentar os ursos.....

(continua dia 29..)

1 comentário:

daga disse...

a narrativa está a tomar proporções épicas! tantos feitos gloriosos que os salmões têm de enfrentar contra tantos animais diferentes, tantos perigos, traições... vamos ver se conseguem o seu objectivo depois de tantos sacrifícios :p

Share Button