Etiquetas

sexta-feira, 29 de junho de 2012

A Grande Viagem dos Salmões - 1ª tentativa XXXIV

(....)

A vez de Salmonisco estava a chegar. Tinha de passar mais uma vez pela boca dos ursos, sabendo que desta vez o salvamento de Salmonão dependia da ultrapassagem deste osbtáculo. No entanto haveria mais perigos para enfrentar.

Salmonisco ganhou bastante balanço, tendo saido da água a grande velocidade. Contudo, mal saiu cá para fora, encontrou uma boca enorme pronto para o comer. Ainda bateu com a escama num dente mas rapidamente saiu cá para fora, evitando assim ser comido. O Urso fechou imediatamente a boca mas não conseguiu apanhar o peixe. Não era Ursosami o envolvido. Salmonisco caiu de novo para dentro de água ficando aliviado por ter escapado por pouco à morte.

Os outros esperavam ansiosamente a sua chegada. Como não sabiam o que se passava fora de água, aguardavam pacientemente pela boa nova. Uma das mais ansiosas era Salmoinês que sentia Salmonisco em apuros.

- Isto não está a correr bem, ele nunca mais vem.....- pensava ela.

Durante a espera, havia quem não quisesse esperar pelo lider e seguir o seu caminho. Salmozão afirmava por váriadissimas vezes que Salmonisco já não estava vivo e nunca iria ter com eles, pelo que era melhor continuarem todos sem o lider. Este era também um dos rivais de Salmonisco dentro dos Salmonix. Havia ficado com o primeiro grupo porque sabia da possível desagregação que Salmolipe iria ter entre os seus pares.

No entanto, a maioria os salmões que acompanhavam Salmonisco e haviam ultrapassado a Boca dos Ursos queriam esperar pelo seu lider. Todos confiavam na sua capacidade. Salmozão tinha  a seu lado dois ou três salmões, isto num grupo de quase 30.

(continua dia 30....)

1 comentário:

daga disse...

Os dissidentes enfraquecem a demanda,mas se não confiam mais vale afastarem-se!

Share Button