Etiquetas

domingo, 6 de maio de 2012

Viragens


Não há melhor maneira de começar um mandato presidencial do que o fazê-lo com uma frase tipicamente socialista. Para uns a eleição de Hollande é um alívio face às medidas impostas pelo antigo clâ Sarko-Merkel. Contudo, há quem considere que o retorno do socialismo a França é um perigo para o resto da Europa. No fundo, a eleição de François pode ter um contágio noutros países europeus como Espanha, Portugal ou Itália.
Não é por acaso que o primeiro alvo do discurso do novo Presidente francês foi para a Alemanha. Significa isto que as ideias e propostas de Hollande são totalmente diferentes das idealizadas por Merkel.
Os franceses castigaram fortemente as políticas de austeridade e falta de investimento no sector público.

Enquanto que na Grécia, o povo castigou fortemente o PASOK com um terceiro lugar nas eleições deste domingo. Ao contrário do que se passou em França, os gregos culparam aqueles que deixaram o país numa situação lastimável. Para eles, o socialismo que deixou o país à beira da falência não deve sequer formar uma maioria. É tempo de cortar a Direito.

Sem comentários:

Share Button