Etiquetas

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Os pequenos partidos

No fim de semana passado realizou-se o congresso do Partido Os Verdes, como a fotografia demonstra bem.
O congresso ou a Convenção é um momento de discussão e serve essencialmente para definir estratégias e caminhos a seguir.
Como é sabido, o PEV há muito que se uniu ao PCP no Parlamento, criando assim a CDU, coligação que costuma ir a votos.
Ao contrário de todos os partidos representados no Parlamento, o PEV não tem ideologia, não luta por uma causa política e a sua expressão em termos de deputados é muito reduzida. Normalmente as intervenções de Heloísa Apolónia costumam ser desastrosas.
Não querendo estar aqui a ser anti-democrático e a proibir a representação dos pequenos partidos, era importante que quem fosse para a luta política o fizesse de forma segura. Isto é, que apresente uma causa e o defenda no Parlamento. Em relação ao PEV quase nunca notamos a sua presença em questões de natureza ambiental, ainda por cima quando "vivemos" uma era de grandes transformações a nível de clima. Não noto no PEV uma preocupação nestas matérias, mas sim em ser uma espécie de "continuação" da política feita pelo PCP. Ninguém lhe tira essa legitimidade, mas a razão da existência do PEV é outra e não ser mais uma voz crítica contra os sucessivos governos.
O Tribunal Constitucional devia ser mais interventivo nesta matéria, sendo que também se devia ser feita uma nova lei dos partidos...... Estas alterações seriam importantes para que o "jogo" democrático fosse mais justo.

Sem comentários:

Share Button