sábado, 12 de maio de 2012

Os Anos Blair


"Os Anos Blair" é uma obra que vai apaixonar os amantes da política. Aqueles que gostam de espreitar os bastidores de um Governo, vão devorar este livro. 
A obra em análise resulta dos diários de Alastair Campbell, secretário pessoal de Tony Blair que acompanhou a vida política, e não só de um dos mais carismáticos Primeiros-Ministros ingleses, desde a sua eleição no partido até aos ultimos anos. 
Campbell mostra ao pormenor todos os passos dados na resolução dos problemas que qualquer PM tem de enfrentar.  Todo o tipo de problemas têm de ser preparados minuciosamente, mesmo aqueles que têm pouca importância, como foi o caso da gravidez da mulher de Tony Blair. Durante a vigência do mandato de Tony Blair, importa realçar três questões que suscitam curiosidade e que naturalmente são retratados no livro com maior preciosidade. Estou a referir-me à morte da Princesa Diana, ao 11 de Setembro e às eleições legislativas, com particular relevo às que foram ganhas ao seu rival de sempre John Major. A invasão do Iraque também é retratado, contudo a famosa conferência das Lajes é quase ignorada.
Nesta obra podemos conhecer o perfil mais íntimo de lideres mundiais como Chirac, Schroeder, Bill Clinton, George W.Bush e Yasser Arafat. Em relação ao Presidente francês, Campbell confirma as suspeitas de quem faz meros processos de intenções : Jacques Chirac era um lider complicado e de trato dificil. No que toca às relações com o aliado de sempre, cumpre salientar o apoio dado por Tony Blair a Bill Clinton no caso do escândalo sexual com Monica Lewinsky.
Três notas para finalizar. A primeira diz respeito à constante preocupação de Campbell em relação à forma como a imprensa reage às intervenções do seu lider.
A segunda tem a ver com a relação pessoal entre Tony Blair e Gordon Brown. Apesar do primeiro ter escolhido o segundo para seu sucessor, os dois não morriam de amores um pelo outro. 
Em terceiro e último lugar, um episódio caricato que se passou no Bangladesh. Diz respeito à situação em que Tony Blair teve de pedir a um local para lhe emprestar uma camisa de fato.
É um notável livro. 

Sem comentários:

Share Button