quinta-feira, 10 de maio de 2012

Gaspar "matou" os subsídios

Se as pessoas estão fartas da Política e dos seus principais intervenientes, a questão da reposição dos subsídios é um exemplo do descrédito a que os nossos governantes e não só chegaram.
Desta vez foi Vitor Gaspar que contrariou o actual Ministro das Finanças e também o Primeiro-Ministro, contudo, a boa notícia é ter conseguido confirmar aquilo que a troika alertou há uns meses.
O que foi garantido pelo PM e também por Gaspar é apenas uma "perspectiva técnica" e não uma "decisão política". Perante esta forma de fugir às questões, então estamos esclarecidos quanto à maneira de se abordar assuntos sérios por pessoas responsáveis. Gaspar criou um problema ao proferir estas declarações.
Já escrevi a minha sentença sobre o conteúdo, mas perante questão tão delicada não pode existir por parte do Governo uma tentativa de fuga para aquilo que previsivelmente se vai suceder. E o que vai acontecer? Os subsídios de férias e Natal terão os dias contados com este executivo PSD-CDS, seja em que legislatura fôr. A única salvação para milhares de funcionários públicos é o regresso do PS ao poder nos próximos anos, porque se assim não acontecer, o 13º e 14º mês cairá no esquecimento de qualquer Primeiro-Ministro.

Sem comentários:

Share Button