Etiquetas

quinta-feira, 26 de abril de 2012

A nova esquerda de Abril

Depois da tomada de posição dos militares de Abril, de Alegre e do próprio Mário Soares, o 25 de Abril deste ano fica marcado pelo nascimento de uma nova esquerda. Podemos chamar a nova esquerda de Abril, composta pelos militares que fizerem a revolução, por algum sector do PS, por Manuel Alegre e quem sabe por Mário Soares.
Isto não passa de uma especulação, mas atendendo ao que se tem passado nos últimos tempos é bem possível que nasça um movimento ainda mais à esquerda do BE. Ou que este novo ideal substitua o velho e caduco PCP. Se tivermos em linha de conta que os militares e Manuel Alegre estão desejosos de fazer política por si próprios não é descabido pensarmos numa alteração do mapa político, quem sabe liderado por um Mário Soares cada vez menos identificado com o PS moderno. Convêm não esquecer que há sectores dentro do Partido Socialista que se revêem mais na esquerda antiga do que na protagonizada por lideranças de Sócrates e agora Seguro. Sim, porque o PS de hoje terá de ser coadunar com aquilo que for a vontade política europeia.
 Algo me diz, que esta birra da Associação 25 de Abril não foi por acaso e que teve um propósito. Senão vejamos : estamos em época de crise europeia e nacional, a esquerda sofre de problemas a nível interno e há muitas pessoas descontentes que são sensíveis ao discurso anti-politica e anti-governo.
Não vamos ter uma revolução do povo, como muitos militares querem, mas podemos ter algo muito perto disso....


Sem comentários:

Share Button