Etiquetas

terça-feira, 24 de abril de 2012

A esquerda inteligente

Miguel Portas morreu hoje aos 53 anos, vítima de um cancro no pulmão. Nunca pugnei pelos seus valores, ideiais ou ideologia política. No entanto, considero que a política de Miguel era inteligente, pensada e educada.  Fez uma oposição séria e sempre com respeito pelo adversário. A esquerda mais radical fica mais pobre no que toca a desenvolvimento das políticas.

1 comentário:

expressodalinha disse...

Uma grande perda. Um homem que estava a ficar mais sábio.

Share Button