Etiquetas

sábado, 14 de abril de 2012

25 DE ABRIL - III

O descontentamento nas Forças Armadas era generalizado. A guerra proporcionara promoções rápidas e melhorias de vencimento. Mas a inflação tudo devorava. Em 1973 o poder de compra dos oficiais era 45% do de 1960. Em 1966, tinha havido 559 concorrentes para 265 vagas na Academia Militar. Em 1972, houve 155 concorrentes para 495 vagas. No quadro permanente havia metade dos oficiais necessários, sujeitos a sucessivas missões no Ultramar, no limiar da exaustão psicológica. Em 1973, um decreto proporcionou aos oficiais milicianos, vindos da mobilização geral, acesso ao quadro permanente. Os capitães e majores indignaram-se. Começaram os protestos e as reuniões mais ou menos secretas. O “movimento” alastrou, com forte quebra de disciplina e sem que as chefias militares tivessem vontade de o contrariar.

Sem comentários:

Share Button