sábado, 3 de março de 2012

OLHAR A SEMANA - CRESCIMENTO ZERO

A aposta na austeridade, no desemprego e na falência de empresas tem sido a política deste governo. Uma aposta que granjeou os aplausos unânimes da Troika, de Bruxelas, de Frau Merkel e dos outros idiotas de serviço. A "austeridade expansiva" transformou-se em "austeridade enriquecedora". Garantem-nos que só assim iremos crescer. E, de facto, é absolutamente normal que assim seja. Em 2011 o PIB caiu 1,5%. Em 2012 prevê-se que diminua 3,5%. O desemprego já vai em 14,8% (30% entre os jovens). Depois disto, crescer não parece difícil. Parece mesmo inevitável. Quando se atinge o zero, qualquer coisinha é crescimento. A natureza tem horror ao vazio. Por isso, animem-se!

1 comentário:

Fatyly disse...

Tal e qual...e subscrevo, mas com estas "paranóias" ainda vamos mais uns degraus baixo de zero...e pena é...olha não digo, porque ando tremendamente preocupada com outras coisas!!!!

Share Button