quinta-feira, 22 de março de 2012

O bom senso imperou

Após anos a discutir a possibilidade/necessidade de construirmos o TGV, o Governo de Passos Coelho decidiu deixar cair, e bem, o troço Poceirão-Caia. Era este o primeiro troço a ser construído. Depois deste mais haveriam de nascer.
A atitude do Governo revela bem que a prioridade neste momento é a recuperação financeira do país e o lançamento da economia. Ao contrário do que achava Socrates, não é pelo TGV que vamos estar desligados da Europa.
Além das inúmeras ilegalidades que esta construção pareceria estar sujeita a ter.
O Governo matou dois coelhos com uma cajadada só : não só acabou com mais um elefante branco, como também evitou estarmos perante mais uma construção irregular.
Não haverá nem Aeroporto de Lisboa nem TGV no Portugal Moderno dos próximos anos....

1 comentário:

Fatyly disse...

Sempre fui contra os estádios de futebol de 2004 (novas floreiras de ervas daninhas), os famosos submarinos (para irmos aos polvos e a loucura do TGV e aeroporto.

Finalmente acabou mas não atiro foguetes antes da festa porque "os tubarões" não sabem perder e vamos ter a questão das indemnizações, que se ocorrerem quem irá pagar?

Share Button