Etiquetas

quarta-feira, 21 de março de 2012

A Grande Viagem dos Salmões - os Ursos XIX

(...)

Salmolipe ficou desfeito após a tareia que os rosados lhe deram. Afinal, o grande Salmão que fazia frente a Salmonisco de forma cobarde, não era assim tão forte como aparentava.

Enquanto que, numa atitude de amizade e respeito; os restantes membros do grupo de Salmolipe esperavam pelo seu chefe, Caglão sentiu a falta de um membro.

- Falta aqui alguém - Avisou Caglão.

- É Salmodiana - alertou Salmofia.

- Onde está ela? Não vei connosco porquê?

- Ela desapareceu em Masutzt e nunca mais a vimos, pensava que estaria com Salmolipe.

- Não podemos partir sem ela, mas também não convêm subir o rio muito tarde, até porque depois vêm as grandes tempestades e é dificil aguentar as correntes.

-Vou voltar para trás em busca de Salmodiana. Ninguém sai daqui até ao voltar, mesmo que Salmolipe ordene, pois torna-se complicado subir o rio se formos só nós os dois.

Caglão rapidamente voltou para Masustzt com o intuito de procurar o rasto de Salmodiana.

Na vasta planície e com a imensidão da pradaria, Uki e Uka brincavam um com o outro. Não importava se a quantidade de pêlos que os dois traziam no seu corpo musculado, apesar do sol abrasador que se fazia sentir para aqueles lados da Columbia. Os dois Ursos Pardos esperavam pacientemente que a sua familia, e principalmente os seus pais, trouxessem a comida que tanto necessitavam. Daí a uns anos, já seriam eles que teriam de descer para o rio a fim de alimentar as suas futuras crias, mas enquanto isso não sucedia os dois entretinham-se a arranhar a face um do outro.

(continua dia 26)

1 comentário:

daga disse...

Lá se vai o Caglão... não chega a encontrar Salmodiana :(

Share Button