Etiquetas

quarta-feira, 28 de março de 2012

A Grande Viagem dos Salmões - O retorno XXI

(...)

Caglão havia regressado a Masutzt para procurar Salmodiana mas também saber notícias de Samolipe, embora isso fosse secundário. A viagem podia continuar sem o lider daquele grupo, já que o mesmo se havia portado como um fraco. No entanto, para subir o rio e enfrentar as correntes, as secas e os vários perigos era necessário alguém que os orientasse, e mesmo não sendo desejado, Salmolipe era o único que tinha a experiência para o fazer.

Chegado a Masutzt, Caglão foi ao encontro dos locais que tinha estado aquando da paragem. Perguntou a vários salmões se tinham visto Salmodiana. Ninguém dava uma resposta positiva, e perante essa situação o Salmonix começava a ficar preocupado. Quando já estava sem esperança de a encontrar, vê um salmão em dificuldades e completamente arrasado. Tratava-se de Salmolipe. Estava bastante mal tratado e não se conseguia levantar. As suas escamas haviam sido danificadas.

Embora com um ar despreocupado e tendo um certo desprezo, Caglão foi ao encontro dele. Estendeu uma barbatana para que Salmolipe regressasse à vida, mas este com o seu orgulho ferido não aceitou, preferindo ir por si. Apesar de tudo, ainda conseguiu saltar um "obrigado".

- Está tudo bem? O que te aconteceu? Viste Salmodiana? Nós estamos prontos para começar a subida do rio. Temos que o fazer mais rapidamente para aproveitar o facto do rio estar perfeito para nós. E além disso, não queremos perder a corrida para os outros, pois não? - aproveitou Caglão para espicaçar Salmolipe.

- É verdade, temos de nos meter rapidamente a caminho. Mas antes é preciso encontrar Salmodiana. - concluiu Salmolipe.

(continua dia 2...)

Sem comentários:

Share Button