quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

QUE RAIO DE ALTURA

De acordo com uma nota de imprensa emitida pelo gabinete do deputado europeu eleito pelo CDS-PP, a Organização Mundial do Comércio acaba de aprovar um “waiver” (tratamento preferencial às exportações de produtos de um país específico), aos produtos têxteis e do vestuário oriundos do Paquistão.
Nuno Melo apresentou já um projecto de resolução em que apela ao Conselho e à Comissão Europeia de quem partiu a proposta, para que “ponderem a extraordinária situação de crise vivida em Portugal e na Europa” e em que exorta a que impeçam a abertura do mercado comunitário, na base do ‘waiver’, a estes produtos paquistaneses.
Segundo denuncia o eurodeputado português, “a decisão é errada e será letal para um enorme número de empresas e postos de trabalho em Portugal e na Europa”. Isto porque terão de concorrer com empresas paquistanesas “que recorrem ao trabalho infantil, não suportam custos sociais, ambientais, utilizam matérias-primas proibidas na União Europeia e subvertem as normais regras de mercado”.

3 comentários:

Fatyly disse...

Mas alguma vez o Conselho e a Comissão Europeia dão ouvidos a Nuno Melo?

Há interesses muito superiores por detrás desta pessegada toda.

daga disse...

Os poderosos decidem, enriquecem com as crises, os principios são só para os outros,o povo passa fome! O padrão é sempre o mesmo, só os meios mudam...

Fatyly disse...

Daga
Tal e qual e chegámos todos a um beco sem saída...mas um povo com fome é terrivelmente assustador e instalado "que o crime compensa"...não sei, aliás sei porque passei por um "descalabro" idêntico. Minha nossa...

Share Button