sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

A pior amiga do Coelho

Manuela Ferreira Leite, ex-presidente do PSD e antecessora do actual Primeiro-Ministro veio a terreiro criticar e criar pessimismo sobre o défice orçamental e o plano da troika. Afirma ela que "Portugal só cumprirá metas do défice só por milagre", isto numa altura em que o Primeiro-Ministro, Ministro da Economia e o próprio Vitor Gaspar defendem a recuperação e bom caminho que o país está a fazer.
A antiga presidente do PSD tem um certo carinho especial para o pessimismo. Vimos isso na campanha para as legislativas de 2009 onde obteve o pior resultado de sempre para os Sociais-Democratas.
Parece que Ferreira Leite, para além de não gostar do Coelho; gosta de ajudar a baixar a auto-estima nacional. Todos sabemos que a situação portuguesa depende muito do que acontecer lá por fora, mas também não é mentira que o país está a fazer um esforço colossal para controlar as contas publicas e fazer reformas importantes.
Ferreira Leite gostava muito de ser Primeira-Ministra, de ter tido o sucesso que Passos Coelho tem neste momento. Desde o famoso episódio da não inclusão nas listas de deputados de Passos Coelho nas eleições de 2009, até às declarações de Ferreira Leite nas legislativas de 2011 em que afirmou que "o que era preciso era tirar Socrates do poder". Isto para não falar da mão estendida de Coelho quando este tentou cumprimentar Ferreira Leite, também quando esta ainda sonhava ser PM.
Podemos ainda especular que Cavaco Silva não gostar de Passos Coelho tem a ver com o facto de nunca ter a possibilidade da sua protegida ter sido chefe do governo.
Manuela Ferreira Leite foi apenas um mito que o PSD criou. Juntamente com outros barões cheios de notoriedade mas com poucas ideias.

8 comentários:

expressodalinha disse...

Estes é são os tais "cavaquistas"?

Francisco Castelo Branco disse...

de facto, esta é uma cavaquista dos sete costados.

mas o actual PR não tem só virtudes.

Fatyly disse...

Sinceramente estou farta destas tricas políticas porque fora do "poleiro" todos são brilhantes, mas nele?

e quando leio notícias destas fico estupfacta:

'Pobres já somos, mas alguns ainda não perceberam'

http://sol.sapo.pt/inicio/Politica/Interior.aspx?content_id=40591

é caso para perguntar: Como Sr. Primeiro Ministro? Sabe mesmo da realidade diária?

Francisco Castelo Branco disse...

claro que sabe, ele é o primeiro a admitir.
Sempre disse isso!

expressodalinha disse...

Creio que o PM tem razão. Ainda muitos não perceberam e a maioria dos que não percebeu está em cargos públicos ou para-públicos.

Fatyly disse...

FCB
Acredito que sim embora para mim saber é uma coisa, mas ver é bem diferente.

e

expressodalinha
Não lhe tiro a razão mas quando se assume "frontalidade e transparência" deveria dizer quem, como, onde e não generalizar porque o que mais temo é a explosão de um povo com fome.

Não preciso ir muito longe para ver os tais "cargos públicos ou para-públicos" que gastam onde não devem e continuam a fazer o que querem e não há forma de "eliminar essas gorduras"?

Enfim, acredito que entre mortos e feridos alguém há-de escapar e há que seguir em frente com garra...mas sem nunca deixar de ter um olhar solidário:)

expressodalinha disse...

Eu acho que ele está a falar para esses. Só pode. Não é seguramente para os sem-abrigo... Logo, é um recado para a classe político-económica instalada. Estou a falar dos "burros" porque os "espertos" já entenderam e estão a ganhar dinheiro com a crise. Chamam-se "investidores".

Francisco Castelo Branco disse...

Concordo com o expresso.
No fundo está a dizer que todos vão sofrer as consequências da crise e que muitos vão deixar de andar com rei barriga. Ou com o dinheiro no bolso

Share Button