segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

A Grande Viagem dos Salmões - O primeiro ataque XI

(...)

As águias estavam em posição de ataque. Ganhavam balanceamento e desciam o desfiladeiro em direcção ao mar. Ganhavam velocidade para que com as patas conseguissem apanhar o alimento, e rapidamente saíam da zona de alcance. Muitos salmões eram apanhados pela garra, velocidade e astúcia dos predadores, porque os peixinhos estavam ao alcance.

A unica defesa dos Salmonix era organizaram-se em linha recta o mais possível, pois assim criavam menos zonas de perigo e se estivessem todos baralhados havia sempre quem ficasse mais perto de ser capturado. Como em tudo na vida, todos queriam ficar cobertos de um ataque vindo do ar, pelo que a discussão começou por saber quem ficaria nos melhores lugares. Nestas ocasiões poucos eram aqueles que pensavam no grupo mas só no individual, mas a questão aqui era a própria sobrevivência. Todos os anos havia sempre o mesmo receio.

Não eram só os salmões que se organizavam desta foram, também as águias se preparavam desta forma para começar o seu voo. O objectivo era que com a velocidade, as águias penetrassem com as suas patas.

O primeiro a voar foi Duxolix com a sua energia e astúcia. Este era um dos principais caçadores desta tribo. Conhecido por capturar todo e qualquer tipo de peixe sem dificuldade, Duxolix não se fazia rogar junto das fêmeas.

(continua dia 22...)

1 comentário:

daga disse...

gosto do nome ;) vai fazer estragos no cardume :p

Share Button