quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

A Grande Viagem dos Salmões - As Águias VIII

(...)

Ninguém sabia o que fazer nem por onde ir. A confusão estava instalada e o grupo estava dividido entre seguir Salmonisco para Norte ou então trilhar o caminho proposto por Salmolipe que ficava a Sul. Todos os rios iriam dar ao local onde Salmonão estava preso, apenas a distância e os perigos eram diferentes.

Sob o rio Kawaii, uma familia de àguias reais esperava ansiosamente que as suas presas chegassem. As crias estavam famintas e as protectoras desesperavam que os Salmonix aparecessem para se poderem alimentar. Agalix, uma velha e conhecida águia da zona estava de vigia e mal avistasse o cardume vindo mar avisava as restantes companheiras já de si famintas e doidas por um salmão bem fresquinho. Embora tivessem a certeza que os salmões haviam de aparecer, estavam preocupadas.

- Agalix, não vês nada? - Perguntou Bicadulho

- Nada. Ainda não se vê nenhuma movimentação por perto. Vou dar uma volta pelo oceano para verificar melhor.

- Boa ideia.

Passar pelas águias era o primeiro obstáculo que os salmões tinham que enfrentar mal chegassem ao Rio Kawaii. No oceano por vezes era necessário passar pelas Orcas e pelos tubarões, mas as águias estavam prontas para apanhar os salmões.

Era por esta razão que Salmolipe queria evitar a todo o custo seguir o rasto de Salmonisco e da maioria do grupo....

mas havia formas de distrair as àguias....

(continua dia 6...)

1 comentário:

daga disse...

Ah, isso vai ser difícil... "distrair as águias"... estou para ver como ;)

Share Button