Etiquetas

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Baralhar e dar de novo


...meus caros este seria a meu ver o melhor título para uma crónica se cronista eu fosse!
Os politologos de todas as tendencias ficaram siderados quando começaram a chegar os primeiros resultados. Minutos
antes discutiam em quem Santorum e Ron Paul deveriam endossar. Os seus cálculos e previsões, seu ganha pão, começaram a aparecer furados, devido aos fusos horários, os " adivinhadores" em Washington já bocejavam e muitos creio eu já deveriam ter decorado o discurso sábio do " eu não vos dizia!".
Tudo furado, Santorum, contrariando o ditado de que o dinheiro é a vaca leiteira da política , fez apelo a uma arma que nem é secreta, o "Tea Party ", movimento que faz apelo ao que mais caro existe para os americanos ou seja, Deus, pátria e família ( já vi isto noutro lado ),menos impostos, menos estado e saiu-se como ninguém esperava. Nem o mais pintado ousaria prever. Católico, apelando à responsabilidade individual, tocou o coração da América profunda, daquela América que não se revê em Washington,Los Angeles ou Boston. A corrida está relançada e aqueles que previam o velório da campanha de Santorum ao fim da madrugada no leste já falavam " num tiket Santorum / Gingrich ".... No liberal Maine a música tocará noutro compasso. Vamos emperar para ver mas o triunfo de Romney se acontecer ainda vem longe.
Vamos ter " corrida " até à convenção. É o que prevejo ou muito me engano.

DCS

12 comentários:

Francisco Castelo Branco disse...

Eu bem dizia que Santorum era uma promessa.

É especialista em Caucus....

Só que Romney distanciou-se de Gingrich, esse que estava em Columbus, Ohio.

Gingrich está arrumado e uma ajuda a Santorum era bem vinda....

O tea party tem muita influencia nos EUA

mas Santorum tem que ganhar a Super Terça ou então está arrumado

Se Santorum precisar dos delgados de Gingrich e Paul, estes dois podem lhe dar na convenção?

Anónimo disse...

Sim sim, os delegados podem ser negociados ( com seu acordo claro! ).... Mas ainda é muito cedo! Como eu frisava , já se fala num " ticket " Santorum / Gingrich ! ( presidente, vice presidente).... O Tea Party pode ser uma faca de dois gumes! Ajuda na escolha do candidato mas prejudica na eleição geral. Tem infiltrados elementos de extrema direita.

DCS ( retired ATP)

Francisco Castelo Branco disse...

nunca gostei desse Tea Party, mas mesmo continuo a achar que Romney vai arrasar com os dois e ganhar de caras a Super Terça.

Até temos o Arizona, MAINE, Washington e se não me engano o hawaii

Anónimo disse...

Francisco
É muito dificil defenir o Tea party. A melhor maneira de entender este sub grupo dentro GOP ( partido republicano) é pesquisar nas suas raízes históricas de contestação ao soberano inglês e que provoca a independência das treze colónias, génese dos USA de hoje....!
Um destes dias será matéria de um post aqui no blog. Prometo se o interesse vier ao de cima.

DCS ( retired ATP )

expressodalinha disse...

Tenho de tentar entender esta confusa eleição. Não é fácil.

Francisco Castelo Branco disse...

qual é a duvida?

Cada Estado tem "x" delegados.

Os candidatos vão ganhando candidatos ao longo das eleições que ocorrem em cada estado. O sistema é proporcional mas existem Estados em que o vencedor fica com todos os delegados. É o chamado Winner takes all. Acho que na Florida é o sistema corrente. o DCS que me corrija se tiver correcto.

É preciso atingir 1,144 delegados para ser o nomeado.
é uma eleição engraçada pena as horas tardias em que é necessário ficar acordado.

Fatyly disse...

DCS
explica-me uma coisa, já que para mim é tudo demasiado confuso e na volta vou só fazer perguntas que te farão rir:
-em cada Estado a eleição dos delegados é feita pelo povo? São eles que votam?
- Depois mantêm esse voto até ao final?
- Como se vota? electronicamente ou com o dito papelinho como nós por cá?
- Quantas vezes vão à urnas?
- Os emigrantes com dupla nacionalidade têm direito a votar?

sinceramente já captei algumas coisas mas continuo a dizer...que grande salada russa e bem longa:)

Um abraço e desculpa

Francisco Castelo Branco disse...

1-

Há dois tipos de eleições. O Caucus e as primárias.
O Caucus é feito pelo povo. Reunem-se em salas e começam a votar.
Nas primárias só podem votar os eleitores registados nos partidos.

2- NO caucus em certas zonas é com o dito papelinho e alguns é de braço no ar, embora isso seja cada vez menos frequente.

Curioso é que nos Caucus os candidatos podem fazer discursos nas salas onde estão reunidos os votantes para conquistar o voto deles.
Ron Paul fez isso no caucus do Minnesota.

- vão ás urnas nas primárias e depois na eleição geral

Anónimo disse...

Fatyly
...o Francisco está certissimo até no número de delegados.
E agora generalizando , os candidatos podem fazer campanha até nas mesas de voto! Tempo de reflexão ( essa chacháda ) não existe! Na mesma data podem haver eleições diferentes com diferentes temas. Recordo que o ano passado ( salvo erro) na Califórnia foram a votos 8 ( oito) itens no mesmo dia!.... Uma pequena nuance, acontece raras vezes mas os delegados podem mudar de campo!
Também podem e devem votar os cidadãos com dupla
nacionalidade.
Mais uma pequena adenda, em certos estados não necessita ser do partido, basta ser do estado ( residente)

Abraço

DCS ( retired ATP)

Fatyly disse...

FCB e DCS

Foram bem elucidativos e interessante esse pormenor de não haver a "chacháda do tempo de reflexão e haver campanha nas mesas de voto".

Aos dois o meu sincero obrigado.

Francisco Castelo Branco disse...

não se percebe o dia de reflexão, mas é mais para haver eleições ao domingo e o sabado é para descansar

expressodalinha disse...

ADORO O DIA DE REFLEXÃO... DEVIA SER ETERNO.

Share Button