Etiquetas

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Porque Será?

A maioria dos apaixonados pelo futebol, em especial os profundos admiradores de José Mourinho, fazem esta pergunta: porque será que Mourinho não consegue vencer Guardiola? A resposta não é óbvia. Mas, e segundo muitos dos críticos do desporto rei, tem tudo a ver com o foro psicológico. Poderá dizer-se que esse seria o campo em que Mourinho sempre foi mestre. É verdade. Sempre usou a arma da psicologia, com os famosos mind games, para derrotar os adversários mais poderosos. Fê-lo no FC Porto, no Chelsea e no Inter. Fê-lo com competência e brilhantismo. Porém, no Real Madrid é diferente. No principal clube da capital espanhola tudo tem que ser momentâneo. Não existem objectivos a longo prazo. Quem não ganha à primeira, dificilmente terá uma segunda oportunidade. Desde que o mundo é mundo que isso se passa. Mesmo com o projecto de Florentino Perez no verão de 2000, ano em que o clube levantou a Taça dos Campeões Europeus, foi o 5º lugar na classificação da liga doméstica que dominou a actualidade madrilista. Portanto Perez teria que construir uma equipa para ser campeã nessa mesma temporada. Mourinho não ganhou à primeira e a clivagem mental ante o Barcelona foi crescendo. Também os craques raramente se apresentam à altura nos clássicos. Destaque para Ronaldo e Xabi Alonso. Estes dois astros acusam muito a pressão frente aos Blaugrana.
No Barcelona é diferente. As equipas constroem-se, claro que para vencer no presente, mas também a pensar no futuro. É para isso que servem as canteras. Repare-se em Messi. O herdeiro de El Pibe joga contra o Real Madrid da mesma foram que faz contra o Tenerife. Para ele é igual. Emprega a mesma arte, demonstra a mesma atitude e define o mesmo objectivo.
Escrevo cerca de uma hora antes do pontapé inicial do jogo da segunda mão da Taça do Rei. Não faço qualquer tipo de prognóstico. Mas, em todo o caso, retenho que enquanto perdurar o complexo face ao Barcelona, dificilmente Mourinho baterá Guardiola. E ser campeão nacional de Espanha não significa, neste particular, bater Guardiola.

1 comentário:

Francisco Castelo Branco disse...

Até aposto que se Mourinho for campeão e não ganhar a Guardiola vai para a rua

ou entao

caso perca com o barcelona na segunda mão do campeonato, o Real pode vir por ai a baixo.

é curioso que Mourinho não usa os mind games contra Pep

Share Button