segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

A grande viagem dos Salmões I

Estávamos na Primavera de 2005 e o Rio Kawake, situado na Costa Oeste dos Estados Unidos estava como é costume calma.
Na zona dos baixios vivia uma familia de salmões de nome Salmonix e que tinha à volta de 1600 membros. Era uma das mais influentes e carismáticas familias de salmões que por ali tinha a sua casa. Conhecidos como persistentes, influentes e poder que tinham sobre os outros animais marinhos em particular com as outras familías salmónicas.
Naquela zona habitavam cerca de 80 familias de salmões e com um milhão destes animais. Apesar de se darem bem, era conhecida a sua rivalidade e existia sempre grandes conflitos, especialmente durante a época do acasalamento. Mas também havia problemas devido à conquista de terras que ocorria frequentemente. Quem detinha maior numero de rochas tinha um mais poder em relação aos outros.
Apesar da popularidade e influência dos Salmonix, havia um problema que os estava a atormentar : Na ultima caminhada à volta do Mundo para encontrar alimento, um membro da equipa havia sido capturado por uma foca e ficado encurralado na sua prisão.
Volvido um ano era necessário ir em busca do salmão perdido.

(continua dia 11)

1 comentário:

daga disse...

Ah cá está a tão ansiosamente aguardada narrativa :))
(não tenho conseguido aceder ao comentário não sei porquê)
Então agora são salmões, muito bom!!! especialmente o nome da família, faz-me lembrar qualquer coisa ;)
trata-se então de uma demanda: em busca do salmão perdido! sempre interessante...
fico a aguardar a continuação, esperando que a foca não tenha maltratado o seu prisioneiro!

Share Button