Etiquetas

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Até podia ter sido didático...

As declarações do Presidente da República acerca da sua reforma e rendimento disponível causaram grande eco na comunicação social. Obviamente, que o momento mais mediático foi quando Cavaco Silva afirmou "... que a reforma de 1300 € não cobria as suas despesas..". Num país cujo ordenado médio ronda os 780 €, é chocante escutar a esta enormidade seja a quem for. Vindo de um Chefe de Estado, o caso torna-se ainda mais grave. No entanto, todas a restantes declarações foram acertadas. Destaco um ponto: poupança. Esta é uma palavra muito pouco cara à generalidade dos portugueses. Cavaco diz o óbvio. Para garantir uma velhice com dignidade é necessário poupar durante o período activo. O nosso Estado não tem condições de o fazer. Pelo menos de o fazer na integra.

3 comentários:

Fatyly disse...

Se eu tivesse ganho o que ele ganhou e ganha até eu pouparia e poderia dar-lhe lições de "poupança".

Podia ter sido didático mas foi mais um triste Tinanic a juntar a outros tantos!

expressodalinha disse...

A reforma do Banco de Portugal que lhe vai chegar às mãos é pelo menos de 5 mil euros. Acho que o PR de qq país pode e deve ganhar muito mais, tem é de se saber calar. Este homem devia explicar, sim, o envolvimento nas escrituras algarvias e nos dividendos ligados ao BPN... Bem fazia ele nos tempos em que comia bolo-rei. Ao menos não dizia disparates.

Fatyly disse...

Eu não sou contra o que ele ganha, fiquei deveras incomodada, aparvalhada, enfurecida com e a forma como falou, sobretudo numa altura bastante perigosa!

Deveria explicar o que dizes e muito mais coisas...que enfim!

Share Button