Etiquetas

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

As primárias norte-americanas e a sua essência

Todo este processo das primárias eleitorais americanas, como funcionam e as notáveis diferenças de procedimento entre cada Estado; são confusas e de díficil compreensão para um estrangeiro. O primeiro ponto a ter em conta consiste no facto de que as eleições presidenciais são indirectas. Isto é, o eleitor não vota directamente no nome do candidato. Vota sim no nome de "um grande eleitor" (entre nós seria um delegado), que depois da grande eleição (deles próprios) reúnem-se entre eles em colégio eleitoral, uma espécie de grande assembleia geral e então elegem o nome do Presidente.
A razão deste procedimento é histórica e das grandes distâncias deste enorme país. E, já neste aspecto há diferenças entre os vários Estados. Há a ter em conta, recordar, que os Estados Unidos da América são uma federação que evoluiu de uma Confederação de Estados, aonde ainda hoje existe um grande sentido arreigado da soberania do Estado individual. Sobre este ponto houve uma terrivel guerra civil nos anos sessenta do século dezanove onde pereceram mais de quinhentos mil americanos. Embora todos saibamos que a causa principal do conflito foi a manutenção da escravatura, os Sulistas não viam o problema sob esse prisma. Para eles, residia no facto de que cada Estado tinha o direito de regular esta "instituição peculiar" como então se dizia da maneira que entendesse. Era um direito do Estado Soberano e não de uns burocratas insensatos e irrealistas de Washington. É bom recordar que só se criou um Banco Central (Federal Reserve Bank) no Século Vinte!!. Isto explica que muitos Estados tenham métodos diferentes de eleger os seus grandes eleitores (delegados).

Se tentei descrever as várias diferenças entre os Estados na eleição presidencial, tal realidade é ainda para mais saliente no que respeita à escolha dos candidatos à presidência. Pois aqui, não só varia de Estado para Estado como de Partido para Partido.

Desde meados do Século XIX começou-se (mas só em certos Estados) a recorrer ao sistema de Eleições Primárias. Isto é, cada partido apresentava o seu elenco de candidatos e o eleitorado qual dos candidatos prefere. Mas novamente, cada Estado e Partido tem as suas regras próprias. Assim, há Estados e Partidos em que o eleitor tem que estar inscrito no respectivo Partido. Noutros não. Noutros ainda, qualquer cidadão pode votar desde que não esteja inscrito noutro partido diferente daquele que está a sufragar os seus candidatos. Outros Estados usam um sistema de "caucasus" que é uma espécie de reunião física dos eleitores por zonas onde há eleição de braço no ar......como tanto gosta o nosso Otelo.

Novamente há dois aspectos a ponderar nestas eleições primárias. Cada Partido Estadual está através das primárias na realidade a eleger os delegados à Convenção, nós chamariamos Congresso geral de cada Partido que se realizam lá para Julho ou Agosto. Cada Estado envia portanto, delegados "ligados" a uma certa candidatura. E aqui pode haver um sistema maioritário ou proporcional nesta eleição....

Um sistema que parece complicado à primeira vista mas que na realidade não o é e, se duvidas houver existe ainda o colégio eleitoral que às vezes é chamado a intervir como o foi no caso Hillary Clinton e Barack Obama nas últimas primárias do Partido Democrata.

Texto de Diogo Sousa residente nos EUA

4 comentários:

expressodalinha disse...

De facto uma grande confusão. É como baseball. A malta não entende nada, mas no fim há um que ganha!

Anónimo disse...

Expresso
.... Gostei da analogia.
......lembra-se das presidenciais entre JW Bush e Al Gore em que Gore teve o voto popular e não foi eleito? Nesse caso ainda foi mais complicado, o supremo tribunal foi chamado a intervir porque na Florida onde os votos de ambos eram separados apenas por dezenas!

DCS ( retired ATP)

Fatyly disse...

Gostei do que li e realmente para mim "estrangeira" é tremendamente confuso:)

Anónimo disse...

Fatyly
....é realmente confuso mas, sintetizando sobressai que, os partidos não " são donos " dos concorrentes nem dos votos !

Abraço

DCS ( retired ATP )

Share Button