domingo, 4 de dezembro de 2011

Dois grandes senadores

Faz hoje 31 da morte de Adelino Amaro da Costa e Francisco Sá Carneiro a bordo do Cessna para os lados de Camarate.
Até hoje ainda permanece em mistério o acidente que levou ao falecimento dos lideres dos partidos de direita CDS e PSD.
Mais relevante é o facto de passados estes anos ainda nos lembramos da importância destes dois que lutaram pela liberdade no nosso país. Não é por acaso que estes politicos nos deixam tantas saudades.
Se ainda fossem vivos, o rumo do país seria diferente? Teriamos uma classe política do mesmo nível que temos agora? Onde estaria Portugal?
São questões que nunca iremos poder responder mas a realidade é que a vida política perdeu dois grandes senadores. Numa altura em que se fala muito de esperança e de falta de classe dos nossos governantes, o que nos apetece é recordar aqueles que já cá não estão mas que muita falta fazem. Neste caso, a expressão "só faz falta quem está", não se aplica na sua totalidade, porque de certeza que Sá Carneiro e Amaro da Costa deram e dariam um grande contributo para que Portugal fosse um país mais evoluído e respeitado.
Curioso é verificar que são as gerações mais velhas a lembrarem-se destes dois politicos.
Se o povo ainda chora a sua morte é porque precisa que alguém os ressuscite.

3 comentários:

Fatyly disse...

Foram de facto dois senhores e se não tivessem partido, eu diria com quase certeza que Sá Carneiro e a sua famosa Aliança Democrática (até nisto foi inovador ao contrário dos seus sucessores) jamais Portugal tinha entrado na UE em 1986!

Coitado deles se ressuscitassem...morreriam de ataque cardiaco por verem o seu actual PSD e não vejo ninguém com a mesma tenacidade, honestidade, garra, patriotismo e sobretudo AO SERVIÇO DO POVO e nunca um POVO AO SEU SERVIÇO!

Francisco Castelo Branco disse...

Portugal não tinha entrado na UE porque razão?

desconheço essa factualidade histórica

Fatyly disse...

pela mesma razão que muitos não entraram e são auto-suficientes e deixo essa resposta para os que possam expressar melhor o que eu digo.

se desconheces não sabes de facto quem foi Sá Carneiro, e não tens culpa, porque sabes pelo que lês ou que escreveram sobre ele, mas não pelo homem que comandou Portugal contra tudo e contra todos daí o terem afastado da melhor forma...

Share Button