Etiquetas

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Cacique ou competência?

Veio ontem a Público que Administradores hospitalares ligados ao PS foram substituidos por gestores com cartão de miliante do PSD e CDS. Foi também notícia o facto do executivo ter substituido a direcção do IEFP por militante do PSD da distrital de Miguel Relvas.

Também sabemos que o governo faz nomeações a cada três dias, desde o inicio da tomada de posse.

Como seria de esperar, o PS veio logo dizer que se trata de nomeações partidárias e não por competência técnica e humana. Quando era o contrário, também o PSD reclamava. Esta questão dos "job for the boys" é um assunto que há muito preocupa a vida nacional e muitos cidadãos não veêm com bons olhos esta promoção de cargos. É verdade que Passos e Portas disseram que o mérito estaria em primeiro lugar que o cartão de militante.

Mas a questão também se tem de colocar noutro ponto : Porque razão o cartão de militante é impedimento de ocupar um lugar publico? Qual a relevância disso?

Não se pode colocar em causa a competência técnica e humana da pessoa só porque por mero acaso tem o cartão de militante da mesma cor que a do governo. Embora esta seja uma questão importante, não é por isto que o país está mal. E também não tem de ser sempre notícia. Certamente que existem militantes de outros partidos com cargos de chefia na Administração Publica.

Os job for the boys não pode ser para sempre um tema de conversa e controvérsia na hora da nomeação.

11 comentários:

Fatyly disse...

Sem querer deste a resposta versus opinião sincera e tive que rir porque:

"É verdade que Passos e Portas disseram que o mérito estaria em primeiro lugar que o cartão de militante" alguma vez? Dou-te apenas um exemplo: abrem concurso porque têm de abrir. Apresentam-se 10/20 ou mais candidatos com um curriculum invejável e muita prática. SElecção em selecção ficou um...e esse um pois, sim, mas também, não dá etc. etc., investigou por não ser nada burro, e ficou a saber que o lugar já estava ocupado antes do concurso e bem disfarçado. Mas devia ser, inclusivé participar à justiça este crime, mas de que serviria com a actual conjuntura? Mais um que foi para fora dar o melhor dos seus neurónios e juntar-se aos 314 mil portugues que já foram.

É triste, mas o que dizes para mim são tretas meu amigo, todos os partidos têm na mão o "seu baralho de cartas" ou aceitas ou não entras no jogo.

Claro que não é só por isto que o país está mal, mas "isto" é um dos factores primordiais naquilo que digo: primeiro servem-se a eles próprios, aos familiares e amigos e só muito depois e só depois é que aproveitam o que de melhor há no POVO, e a tua última frase...de facto não devia, nem deveria ser...mas é e será cada vez mais será!!!!

Já agora e em termos de provocação gostaria de uma resposta: quanto é que se paga para ser militante do PSD ou do CDS?

Um abraço

Francisco Castelo Branco disse...

O psd é barato e o cds também.

A questão não é essa.

A competência deve ser vista sempre em primeiro lugar e só depois olhar para o cartão de militante em certos casos.

Mas acho que nunca se deve questionar a competência por causa da militância partidária.

Fatyly disse...

Deve ou devia, mas infelizmente em muitos casos não é, e tu "achas" mas eu "tenho a certeza" que em muita coisa a "militância partidária" passa à frente da competência!

Fatyly disse...

e nota eu não digo isto só para ir contra a actual coligação, porque todos já o fizeram, excepto o governo da AD onde tinha pessoal de vários partidos...mas esse já era e não vale a pena chorar sobre leite derramado!

Francisco Castelo Branco disse...

mas a questão é que não se pode estar sempre a suspeitar do "job for the boys".....

eles hão de ter competência.

Fatyly disse...

Ponho a tua questão ao contrário:
os que agora já lá estavam erão todos incompetentes? Para quê tanta mudança e se pesquisares verás casos incriveís, porque a politica é para servir e nunca ser servido!

Assim...não vão lá, porque criticam os do passado, mas fazem a mesma coisa e lamento que seja feito por jovens a outros jovens!

Francisco Castelo Branco disse...

concordam, os outros tambem não podem ser rotulados de incompetentes.

mas o chefe de gabinete de PPC era do tempo de Socrates. de Luis Amado mais concretamente

Fatyly disse...

tal e qual e Francisco Ribeiro de Menezes deu provas de um bom trabalho(não sei a sua cor política e se é que a tem). Aproveitaram? ainda bem...

mas de uma coisa eu tenho a certeza...foi um grande letrista da banda já extinta Sétima Legião e "os sete mares" é algo para se ouvir, ouvir e pensar"!

Enfim rapaz...vamos em frente que atrás vem gente:)

Francisco Castelo Branco disse...

acho que é do PS

Fernando Vasconcelos disse...

Oh Francisco pois claro que não e concordo que à partida não se deve castigar ninguém por isso. E também concordo que não existe nada de novo nesta história, quem lá está agora substituiu outros de outra cor ... Há aqui dois problemas: 1) É que de facto o critério seguido tem sido o da cor (antes e depois). 2) Assume-se que esses cargos são cargos de nomeação politica quando na verdade são cargos técnicos que nem sequer deviam ser passiveis deste tipo de mudança digo eu. A administração publica deveria ser profissional incluindo o topo e gerir de acordo com as politicas que o governos escolhesse independentemente da sua cor. Isto acabava com estas substituições que não são graves por si mas pelo custo que têm para o país porque ... para onde achas que vão os gestores agora postos fora? E como este esquema rotativo se tem vindo a perpetuar percebes onde isto nos leva? No resto concordo,não se deve e não se pode assumir que só por militância partidária se passa automaticamente a incompetente. Mas também te poderia dizer que é como a mulher de César, sobretudo quando se passou uma campanha inteira a proclamar a castidade e virtude. Fica mal. parece mal. Pode até não estar mal feito mas ...

Francisco Castelo Branco disse...

caro fernando.

Concordo. Talvez esses substituidos têm boas reformas.

Agora a dança de lugares sempre aconteceu só que nos ultimos anos tem vindo a ganhar expressão por causa de situações mais escandalosas do que aquelas eu refiro no post.

Como parar isto? é impossivel.

Mas tem razão, á mulher de césar não é preciso parecer, é preciso ser.
mas quanto a PPC, acho que ele queria dizer nos lugares de topo.
mas acho que é o Relvas que gere esta situação, o PM tem outros problemas para resolver

Share Button