Etiquetas

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Quem tem razão? 2º acto

A querela que está na base da indignação social é a de saber se são os politicos culpados desta situação ou se é o povo que não tem interesse em participar na vida democrática. Hoje vivemos numa sociedade descontente com o poder político. Disso não há duvida. E uma das razões para que os niveis de abstenção e fraca participação em actos eleitorais tem a ver com a própria organização dos sistemas políticos. Veja-se o caso de Espanha que registou uma das mais baixas participações de sempre em eleições legislativas. A isto não é alheio o facto da movimento dos indignados ter nascido precisamente no país vizinho. As pessoas estão fartas e querem mudanças, isso já percebeu, mas ninguém sabe qual o caminho....

Dificilmente voltarem a uma Ditadura e falar em Monarquia está fora de questão, pelo que o sistema republicano democrático terá de se manter, até porque é o unico que garante a possibilidade de mudar aquilo que está mal.

Outra nota importante : Muitos dos que contestam não sabem porque o fazem e muito menos apresentam alternativas válidas nos orgãos próprios. A sua luta é feita na rua de forma desordeira e sem um objectivo claro que não seja o de protestar por protestar. Eu não consigo imaginar viver numa anarquia e muito menos com Assembleias Populares onde 10 milhões de cidadãos não se conseguiriam obviamente entender.

3 comentários:

Fatyly disse...

Não foi só "o caso de Espanha que registou uma das mais baixas participações de sempre em eleições legislativas", nós por cá também tivemos e a juntar a isto os votos em branco e nulos, porque PPC venceu apenas e tão só porque o povo estava farto de Sócrates. Alternativas? Zero...porque o único meio - a tv - só deu espaço e que espaço aos 3 maiores partidos!

FCB, a anarquia está instalada onde se começa a ver os focos criminais violentos que deveria ser objecto de atenção por parte do governo e subretudo pela justiça (que não funciona) e o que fazem? tirar o poder a quem nos vigia/protege, onde até a própria farda e colete à prova de balas tem que ser retirado dos seus ordenados. Deve ser bem lixado cumprires o teu dever e receberes um balde de **** e pergunto: as ajudas de representação/custo do aparaelho governativo que ganham o que ganham não daria para colmatar esta lacuna?
Volto a bater na mesma tecla: os políticos quando falam à Nação usam o palavreado de sempre de modo nada entendível, o que lhes convem e o povo sem culpa...continua a defender apenas o que lhes rodeia e bate à porta...porque ninguém lhes abre os horizontes!

Põe-te no lugar dos velhos onde até eu já me encontro: numa magra reforma já te tiraram 100€ e a maioria diz...e aqui faço minhas as palavras da minha mãe quando me vê tão revoltada: filha temos que aceitar, não vale a pena revoltarmos porque eles é que mandam e é em prol de um futuro melhor!
Um futuro melhor? como assim? Exijo explicações para onde foi e para onde vai o que nos tiram quando milhares roubam à descarada e nada lhes sucede porque o seu poder económico e político protege-os de tudo e de todos! E já não falo do desemprego...onde o valor apresentado, julgo pelo INE, é totalmente falso.

Podemos trocar impressões e dar opiniões e a minha será, que o tudo mudará quando na maldita (des)UE este flagelo começar a bater à porta dos grandes...Merkel & Compª. porque tristemente digo-te que vocês jovens onde incluo as minhas filhas...se o figurino não mudar irão provar esse terrível fel do que são "Assembleias Populares" pelas quais já passei sem nunca querer e talvez ditadura, porque monarquia não vislumbro!

Num post dizias mais ou menos: passamos no 2º exame da TROIKA...maravilha, das maravilhas...mas quem vai pagar tudo isto?

Não devo ter respondido ao que pretendias...mas agora dou-te a palavra:)

Francisco Castelo Branco disse...

se não fosse a troika teriamos de pagar ainda mais...

e por muito mais tempo

Fatyly disse...

claro que sim FCB, mas também ainda há muito trabalho pela frente por parte do governo que julgo que tudo estarão a fazer...mas at+e aqui...rapidamente sobre a raia miúda e lentamente sobre quem roubou e rouba milhões para além dos que fazem da criminalidade a sua vida!

Share Button