Etiquetas

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Operação Bósnia

Ponto prévio: creio que todas análises, comentários e opiniões relativas às selecções, especialmente a portuguesa, devem ser feitas jogo a jogo. Quando, por vezes, se cai na tentação de pegar num momento isolado e daí extrair ilações para um período de tempo longo, somos muitas vezes confrontados com situações de extrema incongruência. Digo isto porque: a equipa que jogou há poucas semanas em Copenhaga não é de todo a mesma que acaba de nos brindar com uma excelente exibição no estádio da Luz.

Paulo Bento: a principal missão de um seleccionador de uma equipa deste nível é, acima de tudo, conseguir uma união entre todas as estrelas. Fazer com que o grupo deixe de ser uma conjunto de estrelas, com egos gigantescos, e passe a ser uma formação cintilante. Uma equipa em que os objectivos do grupo são mais importantes que os individuais. Neste jogo com a Bósnia, apesar das desastrosas conferências de imprensa que vem protagonizando desde as vésperas do jogo da primeira mão, fica claro que Paulo Bento cumpriu com mérito a sua tarefa.

Cristiano Ronaldo: pela primeira vez, descontando as irreverentes exibições no Euro 2004, vi o capitão da selecção fazer uma jogatana ao nível das que vimos no Man. United e vemos no Real Madrid. Não perdeu tempo a fazer carinhas para onde as câmaras de televisão estavam viradas, nem em despiques inúteis com os adversários. Esta noite, na Luz, foi o verdadeiro CR7 quem passeou magia pelo relvado. Fez dois golos (o primeiro soberbo) e trabalhou para o bem comum. Oxalá o faça também na fase final do Euro.

Hélder Postiga: obviamente que não é, nem a presença de área nem a seta apontada à baliza que uma selecção de elite merecia. No entanto, no jogo de hoje, fez o que lhe competia. Fez golos! Plenos de oportunidade, cujos méritos deverá dividir com os assistentes de serviço Rúben Micael e Fábio Coentrão.

3 comentários:

Fatyly disse...

Não vi e hoje quando li pensei...que afinal a cruxificação do puto CR7 tem sido injusta porque não é por acaso que é o melhor jogador do mundo.

Para os amantes da bola...os meus parabéns, embora lamento que tenhamos de pagar para uma despesa tão avultada bem ao invés de outras modalidades onde o que ganham não dá nem para o equipamento, por exemplo os paralimpicos!

Francisco Castelo Branco disse...

epah pedro, vir para aqui defender o Postiga não é um bmo começo lol


CR7 - É bom jogador é. mas o acto dele é inadmissivel e não se apaga com uma boa exibição, mas são questões extra futebol.

Paulo Bento - não gosto dele. É um falhado e só chega ao 2º lugar. Não sei o que se passou com Bosingwa ou Carvalho. A vdd é que ele tem antecedentes de más relações com jogadores no balneário.
Cumpriu a tarefa, mas no Euro será diferente.
Infelizmente não temos jogadores para ombrear com Alemanha, frança, espanha, holanda....
veremos se temos equipa.

Estando no pote 3 vamos ter muitas dificuldades, mas veremos se a magnifica presença no euro2000 é repetida e dái nasça uma nova geração de jogadores

expressodalinha disse...

Pote 3? Parece Harry Potter!

Share Button