Etiquetas

sábado, 12 de novembro de 2011

Maus exemplos

Esta foi a capa do Jornal Record no dia de ontem. O que vemos é o capitão da Selecção Nacional, Cristiano Ronaldo a fazer um gesto obsceno pelo facto de um adepto bósnio o ter atingido com um laser.
Aqui temos duas atitudes a lamentar.
Primeiro, a mais grave de todas é o gesto do melhor jogador português da actualidade. CR7 não é só um grande futebolista mas também um exemplo para várias pessoas, principalmente crianças. Ele é igualmente um dos embaixadores de Portugal no resto do Mundo. Apesar de ter sido provocado por um simples laser, CR7 não deveria nunca ter respondido desta forma a uma provocação. De facto, CR7 é brilhante com os pés mas nunca o será com a cabeça.
O segundo facto mais grave é o mau jornalismo praticado pelo jornal Record. Meter uma fotografia destas na capa não ajuda nas vendas e muito menos prestigia o jornal. Pior é que ajuda a que situações destas se repitam, o que não dignifica nada o nosso país.
O próprio Jornal está a incitar e a aceitar o gesto deplorável de um capitão da selecção nacional.
Apenas e só porque outros se comportam mal connosco.....

5 comentários:

Fatyly disse...

Não gosto de futebol, mas leio as notícias todas e a meu ver, perseguem o rapaz por tudo e por nada, aliás típico da maioria dos portugueses quando alguém "é bom no que faz" seja em que área for.
Mas sendo ele capitão da selecção portuguesa de futebol, deveria conter-se, mas não é de ferro e esse gesto é tão banal, mas tão banal e basta estar atento nas estradas, nas ruas, etc e tal e não digo mais porque iria descobrir a careca a figurões da nossa praça!

O mesmo foi durante um treino e não durante o jogo. Não foi devido ao laser, mas a insultos. Durante o jogo e já numa entrevista que ele deu, teve que se conter com os inúmeros raios laser de que foi alvo, porque já tinha tido um cartão amarelo. Bem diferente!

Ao contrário do que pensas o jornal, pelo menos aqui e pelo que ouvi, esgotou por duas vezes, porque seria?

Tu de repente lembraste-me um colega que tive (aliás um grande amigo que há muito que não vejo), ironicamente também Castelo Branco que aplicava sempre essa "moral" do teus últimos dois parágrafos...até ao dia em que lhe saltou a tampa e quem o acalmou fui eu, porque há limites para tudo!

Pior, bem pior é o comportamento de muitos deputados na Assembleia da República onde assistem imensos joven, que por vezes parece uma sala de aulas de meninos mal comportados, outros dormem, limpam o salão e há quem tinha sido apanhado a brincar no seu pc.
Não me refiro ao actual porque a procissão ainda vai no adro, todos começam muito bem...e oxalá que me engane.

O puto maravilha é só o melhor jogador do mundo...e só lhe posso dar os parabéns por nunca negar as suas origens e nos sete cantos do mundo todos sabem quem é Cristiano Ronaldo.

A inveja é inimiga da perfeição assim como ser preso por ter cão e por não o ter!!!!

Francisco Castelo Branco disse...

Tendo em conta que aqui no blogue este tipo de fotografias e palavreado calão não entra pensei muito sobre este post.

Meti isto para chamar a atenção para dois problemas:

1- O CR7 fez não dignifica o próprio, a selecção, nem o país. Relembro que ele é o capitão da selecção de futebol. Lá por o terem provocado, e não é menos importante que tenha sido num treino, nada justifica a atitude do jogador.
Pior ainda quando a provocação resulta de insultos tipo "messi é o melhor...".

Um jogador com a responsabilidade e o nivel futebolistico de CR7 tem de ser superior a tudo isso. Se ele não é capaz tem de ser retirado a braçadeira.
Não nos esqueçamos da birra que ele fez na derrtoa com a espanha no mundial 2010.

Na entrevista estava mais calmo? mas o que iria ele fazer? ....

Todos nós temos de saber lidar com situações de pressão e é obvio que nos salta a tampa a todos, mas nada disto seria publico se o jornal não tivesse feito a primeira pagina com esta desgraça.
E se um jornal quer ganhar credibilidade e ter sucesso nas vendas deveria ter mais respeito pelos leitores.

Francisco Castelo Branco disse...

Isto nada tem a ver com os deputados na Assembleia da Republica....

Fatyly disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fatyly disse...

FCB
Concordo contigo mas o mal dos portugueses é gostarem destas fofocas, foi um momento triste que ele podia ter evitado estando a exercer o cargo que tinha e dar importância é criar ainda mais "fama"(não é bem este termo mas agora não me ocorre outro) e vender "papel".
Falei nos deputados porque também eles representam o povo, e na minha modesta opinião, numa escala de 1 a 5 na representatividade patriótica, este rapaz está no 2 (futebol não rege as nossas vidas e não alimenta barriga) e os deputados estam no 5 porque são eles que ditam as leis, os cortes e aí sim...é a nossa vida!

e já agora o que foi com o triste caso do Pinho? Era preciso tanta sleuma, jornais esgotados, assunto de debates, blá, blá? Até já nem podia ler porque todos falavam no mesmo, bolas! Claro que não, afinal de contas todos nós sem excepção somos humanos, há que saber conter as emoções mas por vezes falhamos por "termos telhados de vidro" e voltando ao futebol, vamos a ver agora o que vai ocorrer no Estádio da Luz. Até já anotei a data para não passar por lá para não apanhar com adeptos como já apanhei...enfim!

Obrigado pelo teu contra-ponto:)

Bom domingo

Share Button