terça-feira, 13 de setembro de 2011

Voltámos ao tempo das cruzadas.....?

Com o 10ºaniversário do 11 de Setembro, a questão do conflito de religiões voltou à agenda mediática.
Em meu entender o facto de estarmos a discutir a convivência entre as diferentes crenças no século XXI revela uma falta de evolução a nível social e humanista.
Todo e qualquer tipo de conflito religioso já teve o seu tempo na história, pelo que é problemático à entrada da segunda metade do novo século ainda discutirmos estas questões.
De facto, o 11 de Setembro reabriu a discussão.

Será assim dificil diferentes sensibilidades e crenças viverem juntos no mesmo planeta?

À partida não, até porque a globalização veio juntar ainda mais os vários povos. Se por um lado existiu uma aproximação e um respeito mútuo, também não é mentira que as portas ao fanatismo foram abertas. E quando falo em fanatismo não estou só a referir-me aos actos dos muçulmanos, porque todos têm culpa e ninguém está isento de responsabilidades. Um solução de paz no médio Oriente ajudaria em muito a diminuir a violência e o ódio inter-religioso.

Veremos se os acontecimentos no Mundo árabe ajudam a melhorar ou não a relação entre as diferentes religiões. Infelizmente, o caminho da democracia não vai ser o escolhido por alguns destes países e podemos estar uma mera operação de marketing.

Neste campo, Barack Obama tem contribuido bastante para que haja um maior dialogo inter-religião e para o sustento de oportunidades em ambos os lados. Nota-se igualmente um esforço dos países arabes em melhorar as condições de vida dos seus cidadãos para que não haja fugas para os grupos terroristas. E nesse aspecto, o ocidente tem de ajudar.

Este trabalho tem de ser efectuado em conjunto e não apenas por uma parte.

Até porque o beneficio de uma sâ convivência é para o bem de todos

1 comentário:

expressodalinha disse...

Tem de se tentar. A questão é que as religiões são mais um elemento diferenciador, a para com a raça, o sexo e a condição social. Só que este é muito poderoso e é altamaente manipulável. Tem de se tentar... Será que vai a tempo?

Share Button