segunda-feira, 13 de junho de 2011

O caminho nas mãos do PS....

Todos sabemos que o novo governo de Direita vai enfrentar uma contestação social muito grande. A implementação das medidas da troika vai obrigar a um esforço tremendo por parte de todos, nomeadamente aos funcionários publicos.

Ora, muito do sucesso das medidas e da aceitação por parte das pessoas vai depender daquilo que o novo PS fizer. Isto é, se o Partido Socialista com Assis ou Seguro for pelo caminho de ajudar à contestação, PSD e CDS vão ter muito que enfrentar.

Caso contrário, se os socialistas tiverem uma atitude responsável e dialogante a governação vai ficar mais fácil. Ainda não sabemos como será, mas é certo que o PS assinou o memorando da troika, agora resta aferir do seu cumprimento integral ou não. Até porque foi Socrates quem assinou o documento. Sabemos bem como se fazem as coisas na politica, mas é de esperar quer de Assis quer de Seguro um comportamento digno de um secretário geral do PS. Porque quem vai sofrer as consequências de eventuais desvios é o país e não o governo. Mas não poderá o futuro PS fazer ao PSD/CDS o que na optica dos socialistas, os actuais governantes fizeram a Socrates nestes ultimos meses?

3 comentários:

Fatyly disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fatyly disse...

Sinceramente não sei, mas durante bastante tempo ouvia PPC dizer que governaria com o PS mas sem Sócrates, que se demitiu logo nas "projecções" e assumindo a derota.

A meu ver uma vez que Sócrates já era, e não me venham falar de tempo, porque numa situação grave como a actual, deveria surgir logo novo secretário geral (sem tempo para campanhas)acho que o PS deveria fazer parte do governo e não da oposição, pelo menos nos 3 anos de governação/versus ordenação/versus super cobrança, exterior.

Se é disparate, as minhas desculpas.

Os "actuais governantes"? mas ainda não foram nomeados:) falta ainda a benção do Sr.Prior e a assinatura no livro democrático:),

mas "se sabem bem como se fazem as coisas na política" não se queixem, o que é para cumprir o PS irá cumprir, o que faria o PSD se estivesse na oposição,
agora se é muito mais e mais para além das medidas da TROIKA...
aguentem que vem lá bomba...
o que faria o PSD se estivesse na oposição

e "quem vai sofrer as consequências de eventuais desvios(que desvios?) é o país e não o governo"...e o governo não faz parte do país?

Estou espectante para ver quem foi nomeado, que ministérios irão ser fundidos...e não gosto de falar sem ver primeiro a obra feita, porque como é hábito em Julho e Agosto vai tudo a banhos e...fico-me por aqui!

Francisco Castelo Branco disse...

Sim, o PS é mais confiável que Portas

Share Button