quinta-feira, 16 de junho de 2011

Amigos para sempre?

" Maioria para a Mudança" - É este o nome do acordo político celebrado entre PSD e CDS-PP para assinalar o momento de consagração da terceira AD na nossa história politica.
Após o Governo Durão-Portas não ter conseguido chegar ao fim, é a vez de Passos Coelho chamar o PP ao governo.
Importa assinalar que este é o momento fulcral para que sejam implementadas novas políticas no país, sob pena de acabarmos como a Grécia.
Depois dos anos Socrates, a Maioria para a Mudança tem um enorme desafio nestes 4 anos....
Sempre sob os olhares atentos do FMI....

2 comentários:

Fatyly disse...

Não há amigos para sempre, porque amigos vão e amigos vêem como as ondas do mar...

A meu ver o procedimento do povo da Grécia em que paralisa um país inteiro, não é o melhor exemplo de democracia para ninguém (bem ao contrário se fosse para derrubar um ditador como tem acontecido no mundo árabe) porque por cada dia de não produtividade a factura é cada vez maior e mais pesada.
Há formas de protestar...mas impedir pela força e vandalismo quem queira ir trabalhar...é o FIM DO BOM SENSO!

A "Maioria para a Mudança" que deveria incluir o PS, deixe o seu "estado de graça" e "salameques" e comece desde já a trabalhar, informando os portugueses de uma forma entendível - usar para isso a "estação estatal" sem cortes de racicionío dos interlocutores, porque o tempo para as novelas, concursos é prioritário - o que são de facto os 10 objectivos do próximo governo (impostos pela TROIKA), ou melhor dizendo...traduzir por miúdos!

http://economico.sapo.pt/noticias/os-10-objectivos-do-proximo-governo_120739.html

Já li e reli, e alguns pontos não percebi bem onde fica a meta e que meta...e acredito que 90% dos portugueses irão ficar "pelos retalhos habituais das estações televisivas" que bem ao estilo das mesmas vão ser "bombas" e provocar o que eu espero que não aconteça!

Francisco Castelo Branco disse...

não percebi mesmo nada ....

Mas é o PS que se quer excluir, mas também se o PS entrasse quem faria oposição?

A Maioria para a Mudança não e mais do que o programa da troika. Nesse aspecto estou de acordo com alguma esquerda

Share Button