Etiquetas

domingo, 10 de abril de 2011

Olhar a Semana - A culpa é tua Zé!

A semana que agora terminou foi uma das mais duras que o país viveu em termos politicos, sociais e económicos nos ultimos dez anos. O pedido de ajuda externo só veio confirmar aquilo que todos sabiamos : As contas publicas portuguesas são um dos maiores cancros do nosso país. E porque razão o nosso défice é excessivo? Corrupção, gastar mais aquilo que se tem, politica de favorecimentos e compadrios. Mas isto não é um problema de um partido só, de um homem apenas. Veremos se a entrada do FMI trará também uma maior responsabilização dos politicos quando estivermos novamente entregues a nós próprios. Entretanto, enquanto o FMI nada por cá era bom, e já que não vamos ter de ocupar o nosso tempo a fazer orçamentos; pensar em reformas constitucionais profundas, mudando o sistema eleitoral, alterações legislativas entre outros.

Este fim de semana realiza-se o Conclave Socialista que parece mais um congresso comunista. Isto, três dias depois do PM ter pedido ajuda externa. Esta reunião é o culminar de um processo de vitimização por parte de Socrates : foi objecto de uma moção de censura, o PEC não foi aprovado, o PM demitiu-se, marcação de eleições, pedido de ajuda ao FMI...... perante isto nada melhor que um congresso para que Socrates possa dizer ao país e não só que está a ser vítima e nunca foi culpado.

Apesar das palavras manhosas do PM demissionário, não há nada que aponte outro culpado que não Socrates. Socrates resistiu, Sócrates foi teimoso, Socrates não percebeu..mas o pior de tudo foi que Socrates mentiu aos portugueses. Ainda em Janeiro dizia numa entrevista que não era preciso mais medidas de austeridade e que a consolidação orçamental estava no bom caminho. Se um PM mente desta forma a quem o elegeu não pode merecer mais confiança por parte do seu povo. Porque faltou José à palavra e não disse a verdade? Os portugueses são inteligentes e percebem as manhas da política.....José devia ter tido mais cuidado.

Para além das mentiras, não se percebe como é que Socrates não reconhece os seus erros. Até à data não admitiu nenhum engano ou previsão mal feita. Com esta, é mais um passo dado em falso na sua credibilidade. Se Socrates pretende concorrer a Belém terá de ter outra postura. É que dia 5 de Junho o destino será marcado : se ganhar poderá pensar em outros voos, se perder "desaparecerá" politicamente. Só há um culpado desta situação : José Socrates, que nem sequer permitiu aos seus Ministros a possibilidade de alertarem os portugueses a tempo.

Que os portugueses não se deixem iludir pela campanha venenosa e de baixo nível que o actual Secretário Geral do PS se prepara para fazer....

Sem comentários:

Share Button