Etiquetas

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Factos da Década (13) : Guerra no Iraque

Foi em 2003 que iniciou uma das guerras mais sangrentas e polémicas da década passada. Pela terceira vez os Estados Unidos tentaram invadir o Iraque tendo conseguido os seus propósitos : chegar a Bagdad, capturar Saddam Hussein e matá-lo. Curiosamente o ex-ditador iraquiano morreu por força da sua própria lei. Apesar do julgamento era nitido que o Presidente Iraquiano seria condenado à morte.

A invasão ao Iraque teve como pretexto o combate ao terrorismo na sequência dos atentados de 11 de Setembro mas também a existência de armas de destruição massiva naquele país, mas mais tarde veio a comprovar que não existiam. Daí que a guerra tenha sido um fiasco por causa disso mesmo. Muitos argumentaram que o que estava na base da invasão era o interesse norte-americano pelo petróleo.

Foi mais fácil chegar a Bagdad do que manter a paz no país após o controlo total das tropas. Milhares de atentados fizeram parte da rotina diária daquele país, o que veio a levantar certas dúvidas sobre a importância da ofensiva. Só que os EUA não podiam retirar sem mais nem menos. Devido a esta invasão, que foi anunciada em Portugal na Cimeira das Lajes ( que também falaremos nesta rubrica); Madrid e Londres sofreram atentados terroristas de enorme escala.

Desta guerra ficam duas imagens :

A do ministro da informação iraquiano a dizer que os soldados norte-americanos estavam a ser combatidos com coragem pelos guerrilheiros iraquianos enquanto que minutos depois as tropas aliadas entravam em Bagdad.

Os cidadãos iraquianos a festejarem a queda da estátua de Saddam (em cima...); só que a partir daquele momento, a insegurança foi maior.

Também fica desta guerra a morte de Sérgio Vieira de Mello após um atentado terrorista à embaixada da ONU no Iraque, da qual também falámos aqui.

De terrorista chamaram W.Bush e Blair por terem iniciado esta guerra. Nela perderam a vida milhares de soldados norte-americanos e ingleses.

No fim de tudo isto, pode-se concluir que a guerra não serviu para nada a não ser para fazer cair um ditador, mas valia a pena esperar mais alguns anos, porque o que está a acontecer no Mundo árabe de certeza que chegaria ao Iraque. E Saddam cairia por si.

12 comentários:

Francisco Castelo Branco disse...

uma guerra necessária ou estupida?

tendo em conta os factores enunciados no post

daga disse...

estúpida, com certeza, porque os americanos não têm de se armar em "paizinhos" dos outros povos, nem invadir a sua soberania, nem resolver os seus problemas à maneira ocidental!

Francisco Castelo Branco disse...

se isso for para proteger a segurança mundial...

Anónimo disse...

FCB
Não vejo no post referência alguma de que a primeira invasão ( a de Bush pai) foi para varrer Sadam de uma nação soberana , o Kueit.
Apelidar Sadam de ditador é muito curto. Que o digam os Curdos! De qualquer maneira os americanos são sempre criticados; ou por fazer ou...por não fazer!
Sobre o petroleo...nem pensar.
A história ainda está por fazer e, não se fazem de "estórias".
Abraço

DCS (atp)

Francisco Castelo Branco disse...

caro DCS

faltou essa referencia mas o post era so sobre a Invasao de 2003. No entanto, a invasao de Bush Pai foi muito importante. Hoje os Kuwaitianos têm nos seus autocarros cartazes a dizer " Thanks America".

Saddam foi um assassino em massa, tal como é Muammmar Kadafi. Quando se trata de eliminar terroristas só sempre a favor, daí que tenha sido favoravel a esta invasão. Só que o problema é que o pós-guerra foi um autentico descalabro. Mas com vizinhos como o Irão o que se poderia esperar?

Anónimo disse...

FCB
Os americanos deitaram à terra as sementes da democracia....mas como qualquer parto é sempre doloroso e, às vezes morre a mãe ou o filho...ou até os dois! Há que perceber isso sem contar que a democracia é cara. Vamos ver se o mundo árabe tem capacidade económica para a sustentar....porque democracia e "barriga vazia" não funciona.
É um facto

Abraço

DCS (retired atp)

Anónimo disse...

FCB
Os americanos deitaram à terra as sementes da democracia....mas como qualquer parto é sempre doloroso e, às vezes morre a mãe ou o filho...ou até os dois! Há que perceber isso sem contar que a democracia é cara. Vamos ver se o mundo árabe tem capacidade económica para a sustentar....porque democracia e "barriga vazia" não funciona.
É um facto

Abraço

DCS (retired atp)

Francisco Castelo Branco disse...

mas agora uma pessoa questiona : será que os iraquianos não conseguiam por si só derrubar saddam?

acho que sim...

E haveria mesmo armas de destruição massiva? penso que nao.

Acho que W.Bush teve a obsessão de destruir Saddam, até porque não é muito dificil entrar na Libia.
E o Iraque é um regime mais forte. Pelo menos aquele.

Mesmo assim, os americanos deviam ter planeado melhor o pos guerra. Acho que não contavam com a Al-Qaeda

Anónimo disse...

FCB
Diz-se que Bush filho vingou o atentado falhado de Sadam sobre seu pai. Só ele o saberá...e até aqui tem negado essa versão.

DCS (atp)

Transplanted Lawyer disse...

1. Bush the son did not invade Iraq to avenge an attack on his father. Bill Clinton, who was President between the two, did that, launching missile and air strikes against Saddam's air force and destroying every plane with combat capability in the country.

2. From where I sit in the USA, it appears that a lot of the reasons given to voters here to support the war turned out to be not true. The real reasons were to put pressure on the Saudis to reform their government and provide an alternative regional ally (other than Israel) in case the Saudis slipped into theocracy.

3. It's an open question if the Tunisian unrest took inspiration from seeing -- at long last -- democracy more or less work in Iraq. The Tunisian revolution and its successors in Egypt, Bahrain, and now Libya seem to be as much inspired by a prolonged period of economic despair as by frustration with these nations' repressive dictatorships.

At least, that's how it looks to this US citizen.

Francisco Castelo Branco disse...

there´s no economic development because the money going for the pocket of the dictators

Francisco Castelo Branco disse...

DCS

pelo facto de nunca ter explicado muito bem a invasão ao Iraque, W.Bush é odiado.

Mas eu não fiquei triste com a morte de Saddam

Share Button