Etiquetas

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

CML, Corredor Municipal de Leiria

Uns inevitavelmente saiem, outros inevitavelmente e para minha grande tristeza entram. É a Câmara Municipal de Leiria: um local de passagem, um corredor daqueles onde não se pode passar depois do anoitecer. Lamentávelmente …

No Partido Social Democrata a coisa começou bem: A Isabel não fazia conta com a derrota, sai. O Luciano, esse gigante da Esquerda, vai para Macau, sai (e do IPL também e muito bem se posso dizer: Macau é uma terra linda!). A Leirisport também anda infelizmente num entra e sai…

Do lado do executivo: sai a primeira, aquela cujo nome não posso pronunciar porque nunca me lembro dele, e assim que sai anúncia logo a saída dos demais. Saiem em conjunto… como quem vai ali ao lado beber um café, só que não volta.

Agora e apenas para deixar claro o óbvio: não existe um Leiriense que não tenha a noção de que Raúl Castro começará brevemente a ser cercado, como também conhecemos a ambição febril do PS, como também temos a certeza de que existem políticos em Leiria e com responsabilidades que nunca vão olhar a meios para atingir os seus fins pessoais.

Exmos, em tempos pedi a Mudança, sempre consciente de que esta seria um caminho sinuoso mas necessário. Agora a classe política só tem de encaixar o seguinte: as pessoas estão acordadas, e as derrotas passam a ser a longo prazo! O resto é política…

“A mim só me vão parar com uma bala na cabeça”

3 comentários:

Francisco Castelo Branco disse...

bom regresso.

Mas o PS não está a fazer um bom trabalho?

e o que tem a ver a Leirisport com Isabel Damasceno?

essa frase foi inspirada em Fernando Nobre?

expressodalinha disse...

Pois, precisamos de mais explicações.

João Paulo Costa disse...

Francisco por ordem:
obrigado; não; leirisport e Isabel: nada; sim, ainda estou com as presidenciais na cabeça!

Ambos PS e PSD, estão a fazer um péssimo trabalho em Leiria. Ainda só passou um ano e já houve mais danças de cadeiras do que nos últimos mandatos e a primeira responsável é a Isabel que pelos vistos: não fazia conta com a derrota! Desde então até agora: sempre a descer!

Share Button