domingo, 19 de dezembro de 2010

OLHAR A SEMANA - WEAKCOISAS

Uma das coisas que me enervou esta semana foi não haver uma única menção a mim no Wikileaks. Se em todos os 250 mil telegramas extraídos pelo private Barry Manning nem um fala de mim, o mundo deve estar distraído. Eu sou umas das pessoas mais importantes, quiçá do Universo. E nem uma linha?! Qual o interessse em saber se o Obama é preto ou se a Dilma  é lésbica. Se Putin toca piano ou se Socrates é carismático.... Então e eu? Aparentemente a vida diplomática roda em torno de figuras que detém o poder institucional. Nós outros somos importantes só depois de fazer explodir a bomba. Cidadãos armadilhados em busca de publicidade divina. Discute-se a conspiração. Se era a senhora Clinton a ser atingida pelas fugas. Se foi o próprio Obama a conspirar. Se eram os Republicanos. Quem foi o "garganta funda"? Está em causa perder a confiança nos canais diplomáticos americanos. E a  verdade é que enquanto o mundo precisar desta gente diplomática estamos mal. A diplomacia pode evitar guerras, mas fomenta outras, muitas. O Wiki devia falar de mim. Devia ser irrelevante como eu sou. Assim, temos de nos preocupar. A conspiração está aí. Está aí por decifrar. E falam de liberdade de imprensa e de liberdade  de expressão. Alguém deve estar desatento. Comentadores de pacotilha. Ou será apenas incompetência? WeakCoisas!
Jorge Pinheiro

4 comentários:

Eduardo P.L disse...

Continuam, lamentavelmente, desinformados!

daga disse...

Realmente! Parece impossível distrairem-se desta forma ;)
são incompetentes!

Francisco Castelo Branco disse...

curioso ou nao , Portugal é um dos paises mais referidos pelo Wikileaks. Deve ter passado por ca muita merda

expressodalinha disse...

Pois...

Share Button