domingo, 19 de setembro de 2010

PORQUE VOU DEIXAR DE VOTAR

1 – Porque em Portugal não é obrigatório, logo posso abster-me. Um sinal democrático que nos permite ter um voto de protesto. Países que têm voto obrigatório não são totalmente democráticos.
2 – Não voto em branco porque isso seria dar demasiada importância ao regime. O regime precisa de sentir que há um enorme desinteresse e uma total ausência credibilidade política. O voto em branco é apenas para os “abrilistas”, uma pseudo-elite de guardiães da revolução que votam em Manuel Alegre por desfasTio.
3 – Porque os políticos não representam ninguém. A democracia deixou de ser representativa. Não sei quem é o meu deputado. Não sei quem são os deputados da segunda fila. Muito menos os da terceira. Nem vejo os da quarta. Não sei o que estão lá a fazer, nem eles. Cáfila de malfeitores políticos que se instalaram nos partidos e votam a favor, para manter o tacho.
4 – Não voto porque para pior já basta assim. Quem quiser tire as consequências. Acima de tudo estou farto que gozem com a minha cara.
Jorge Pinheiro

31 comentários:

Francisco Castelo Branco disse...

1- Não é obrigatório, mas mais de que um direito conquistado em Abril é um dever.
devemos participar na construção da democracia.

2- não votar é fazer com que aqueles que estão lá e na nossa opinião são maus continuem a gozar com a nossa cara.
Infelizmente só podemos participar na democracia ou entrando nos partidos ou votando.
Se nada fizermos sim é que as coisas vão ficar igual.
os poderosos continuarão mais fortes e o povo continuará submisso.
Mostrar que há um enorme desinteresse é dar aos politicos aquilo que eles querem : notoriedade e o poder neles.
As coisas estão como estão porque as pessoas se desinteressaram não da politica mas do país. Do seu bem estar, do bem estar comum. foi por causa da participaçao das pessoas que se conseguiu ver o 25 de abril.

3- os politicos representam o povo. imaginas por exemplo um independente a propor medidas? e que medidas seriam essas? com que estudo? ideologia?
quer queiramos quer nao a democracia é constituida por politicos. em todo lado nenhum.
a questão do deputado mais próximo da população concordo plenamente.
Mas isso era necessário mudar o sistema eleitoral, mas tambem passava por criar regiões administrativas.

4- não podemos deixar que gozem com a nossa cara.
O mal deste país não são os politicos mas as pessoas que são pessimistas e acham que está tudo mal. e existem pessoas destas em todas as nossas áreas

Francisco Castelo Branco disse...

jorge, deixo mais uma questão : como pode uma pessoa que viveu o 25de Abril não usufruir de uma das grandes lutas de abril?

expressodalinha disse...

O 25 de Abril foi há 30 anos. Não serve de desculpa para a má governação (do pais e da Europa, pois é ao conjunto que me refiro). Por vezes a construção democrática faz-se não votando. Se em teoria ninguém votasse (ou a % fosse baixíssima), não creio que õs políticos saissem reforçados. Algo teria de acontecer. Algo de diferente. Estes teriam de se demitir de vez. Penso que estamos a chegar a esse ponto, antes que haja uma tremenda confusão social. Diz-me francamente, em Portugal, que alternativas há? Não é tudo igual? Ou então soluções parvas? Não estamos já fartos há anos? E quem aparece não é mais do mesmo? Sim, todo o sistema político tem de ser alterado, antes que o dito Abril morrar de novo. E nada melhor que uma total demonstração de desprezo. Votando é que lhes estás a encher o ego.

Eduardo P.L disse...

Jorge,

os representates do povo estão lá por delegação popular = VOTO.
Sem voto, ninguém chega lá!
Logo, os representates do povo não podem ser acusados de serem o que são. Foram escolhidos por eleitores, e estes sim são os únicos culpados e responsáveis! A DEMOCRACIA não pode ser responsabilizada pelo mau uso do voto. E sem voto, uma pequena parcela da população FALA em nome do povo, e isso é que não se pode permitir! Democracia de poucos!
VOTE e exerça seu direito e dever de reclamar, protestar, participando ativamente do sistema eleitoral e político de seu país! Só assim uma maioria capaz, lúcida e competente terá representates à suas alturas!

expressodalinha disse...

Eduardo: Tudo verdade, desde que haja alternativas minimamente credíveis. Não é o caso por aqui e em muitos lados. Cada vez há mais "nós" e "eles". A reposta é óbvia. Mas não é aqui que vou fazer esse apelo.

Francisco Castelo Branco disse...

foi por não haver votos que o Estado Novo resistiu durante muito tempo.

o nivel de participação já é baixissima e no entanto eles continuam lá a fazer o que quiserem.
Alternativas? o PS já não tem o poder absoluto. Já é necessário algumas cedências e aceitar politicas vindas de outras bancadas para fazer aprovar as leis.
isto do cancelamento do TGV não teria existido caso as pessoas não tivessem manifestado o seu desagrado para com socrates há um ano atrás não lhe dando a maioria absoluta.
a alternativa é mudar até que isto muda. é essa alternativa que eu encontro.
há de aparecer alguém com qualidade senão estamos condenados a desaparecer e não penso qe isso seja possivel....
o facto de estarmos fartos não nos dá o direito de desistirmos.
temos de lutar até ao fim, porque o voto é a melhor forma de mudar as coisas.
o sistema politico tem de mudar sim.
mas então que apareça alguem que diga que vai mudar o sistema. e entao votamos nele!

João Menéres disse...

O JORGE tem razão.
O FRANCISCO CASTELO BRANCO tem razão.
O EDUARDO tem razão.

Todos teem razão com pontos de vista diferentes.

Nós votamos no PARTIDO. Estamos a colocar na Assembleia da República quem o PARTIDO escolheu.
Mas, depois, alguns desses deputados eleitos são substituídos por razões de interesse alheias à eleição.

Ontem à noite, assisti a mais um programa do Mário Crespo (o Plano Inclinado).
Fiquei estarrecido com o futuro que aí vem!
O Medina Carreira colocou os pontos nos ii.

Estamos a assistir quase diariamente às inaugurações a que o Primeiro-Ministro anda a fazer pelo país, de norte a sul.
Creches, Jardins de Infância, uma Sala num hospital e por aí fora.
Um sorriso vitorioso na boca e umas palavras do sucesso para o futuro.
Campanha eleitoral de feira a alto preço para Portugal.
E ele tem tempo para "vender" esse peixe?
Não se devia ocupar com os PROBLEMAS ?

Nas autarquias principais (nas outras não sei), há anos que um Director Municipal tinha autoridade e o seu parecer era QUASE vinculativo.
Hoje, estão esvaziados...
É tudo com o Vereador que, por sua vez, não está na Câmara a tempo inteiro. Logo, necessita de ter não sei quantos assessores.
E estes (que não sabemos quem são) é que ESSENCIALMENTE decidem!

VOTAR?
Em quem estamos a votar?

O DOURO . PATRIMÓNIO MUNDIAL DA HUMANIDADE
está super-povoado de postes com linhas de alta e muito alta tensão que sobrevoam vinhas aí situadas.
E porquê?
-Porque a REN (Rede de Electricidade Nacional) está isenta de avaliação de impacto ambiental !!!
O Prof, Gaspar Martins Pereira denunciou a situação muito recentemente.

Uma abstenção de 95% era uma LIÇÃO para a maior parte dos políticos que nos estão a afundar e um aviso para os vindouros políticos.

João Menéres disse...

O FCB bem sabe que há um GRUPO DE INTERESSE estabelecido entre o PS e o PSD.
E que o seu peso eleitoral é maioritário!

expressodalinha disse...

Pois...

expressodalinha disse...

Não há um remédio óbvio. Tudo está contaminado. Por mais que nos custe (especialmente aos europeus) não conseguimos. Isso é uma evidência. De grandes defensores da social-democracia e de um post-guerra em boom, acabamos ajoelhados, vergados ao peso do social-individualismo e dos novos países bárbaros que aí virão. Nunca a "fortaleza europa" será tão necessária para nos fecharmos no nosso freudianismo esquisofrénico. A revolução, essa, é uma miragem.

Francisco Castelo Branco disse...

Joao Meneres e Jorge,

mas não participar é deixar tudo na mesma.

os niveis de participação já estão baixos.... querem mais?

e quais os resultados desse desinteresse?

nada. continua na mesma, aqueles que estão lá continuam a mandar e o ze povinho a deixar fazer.
nao! temos de mudar porque tenho a certeza que vem aí mudanças.
O tempo de socrates está a acabar.
e com Passos Coelho as coisas vão ser diferentes.

a falta de participaçao também é um problema estrutural e empobrece a nossa democracia!

João Menéres disse...

FRANCISCO

O PPC traz virgens políticos e com cinto de castidade?

Como, não sei, mas assim não vamos lá!
Como acima disse, o SILVA LOPES começou cheio de razões ontem no PLANO INCLINADO mas o MEDINA CARREIRA embrulhou-o e no fim o SL até já concordava!
Como não soubesse antes!
(E muito mal veste o homem...)

Francisco Castelo Branco disse...

acho que o Medina carreira apesar da sua inteligencia é bastante pessimista e agoirento.
prefiro não ouvi-los.

acho que PPC traz mais honestidade e transparencia. e é disso que mais necessitamos

expressodalinha disse...

Estamos a falar de fait-divers. Não me interessa nada trocar Sócrates por PPC. Nova equipa, redistribuição de tachos, inexperiência, erro... Daqui a dois meses estamos a pedir para o homem sair (se chegar a entrar). Não, eu não estou a contrapôr palhaços. Estou a falar da ausência de estadistas.

Francisco Castelo Branco disse...

jorge, não sabemos se PPC é mau ou bom.
é esse tipo que conversa que a maioria das pessoas tem. e está mal.
O problema é que julgamos alguém por achar que é mais do mesmo.
daí a minha intervenção.
temos sempre de acreditar que vai haver mudanças, senão acreditamos em que?

tachos? também acontence no sector privado.
inexperiencia? não acredito.
erro? todos cometem!

João Menéres disse...

Nem se trata de tachos!
São trens completos para várias cozinhas...

Francisco Castelo Branco disse...

mas tambem ha que combater isso

João Menéres disse...

E é com o votinho no lobby?

Francisco Castelo Branco disse...

não, com votinho nas pessoas em quem acreditamsos

senão acreditamos em ninguém mais vale desistir e deixar entregue isto á bicharada, como ja está!

João Menéres disse...

Mas o voto é nos partidos...

expressodalinha disse...

Ah, agora chegamos ao ponto: Francisco, tu acreditas (convicção ou crença?) Estás no teu direito e queira que tenhas razão. Eu não acredito de todo. Por isso as posições são inconsiliáveis. Para mim, nedte momento, qt melhor pior!

expressodalinha disse...

Perdão: qt pior melhor!

João Menéres disse...

Perdão:
inconciliáveis.

A FAVOR?

Francisco Castelo Branco disse...

expressodalinha : mas isso ja sabia de antemão, queria era saber as razões de não acreditar.

Anónimo disse...

Vou aqui deixar o meu comentário embora duvide que alguém ainda o vá ler.Considero, não uma opinião pessoal mas uma certeza histórica que a democracia vive do acto de votar e que a desistência do o fazer por parte de pessoas supostamente inteligentes, é a sua morte. É a desculpa porque esperam os "Caudillos" e afins: "queremos um paizinho porque não nos sabemos governar!". e digo mais: acho que toda a gente responsável deveria inscrever-se maciçamente nos partidos políticos existentes.
ORTEGA

Francisco Castelo Branco disse...

ora aqui uma opinião no qual eu apoio totalmente!

todos devemos mudar o estado das coisas participando e nao fugindo ás responsabilidades

expressodalinha disse...

E o que estamos a fazer por isso? A ter opiniões?!

Francisco Castelo Branco disse...

sim.
tambem é uma forma.

mas ir para os partidos é muito importante pois estes são os pilares da democracia. Ha que mudar o estado de coisas.

e podemos fazer mais : fazer petições publicas, conferencias, nos manifestar

existem n

Anónimo disse...

Expresso: Tu é que dizes que não há alternativas e que os políticos são todos malfeitores. Na minha opinião acho que temos um grande leque de opções de escolha destes profissionais. Não são santos, nem paizinhos, nem estadistas, mas é o que há.
ORTEGA

Francisco Castelo Branco disse...

e esta questão : queremos paizinhos ou estadistas?

nao ha sistema perfeito..

mas numa democracia sempre os podemos tirar de lá

expressodalinha disse...

Ilusões é que nós queremos. A pensar assim acabam a querer fantasias. Ou pior, utopias.

Share Button