quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Assembleia de Pinguins III - A sucessão

(....)

Ao ser avistado por Minguim, toda a comunidade saltou de alegria. Uns dançavam, outros abraçavam pinguins que não conheciam de lado nenhum, suspiravam de alivio, faziam brincadeiras com as asas e as patas. Enquanto isso o sábio agradecia aos deuses ter correspondido aos seus apelos.

O barco de madeira parou mesmo ao lado do que restava do Iceberg. De lá de dentro surgiu Zavin, o marinhheiro que andou a volta ao mundo a salvar os animais da morte certa. Dizia que o aquecimento global iria durar pouco mais de dois anos, mas os animais não sabiam isso...........

Assim, Zavin, qual Noé dos tempos modernos, agarrou na sua Clarisse, nome do seu barco e foi aos quatro continentes recolher animais de todas as espécies. Ao lado de Zavin surgiram Dinguim e Zéguim, que haviam sido recolhidos pelo marinheiro no meio da sua viagem para lugar incerto. Estavam eufóricos com a situação , bem como os seus pais que ficaram aliviados.

Apesar disto, surgiu um outro problema. A comunidade tinha um total de 500 Pinguins, mas só havia lugar para 499. Um Pinguim tinha de ficar de fora e certamente que iria morrer.... pois não aguentaria dois anos sem água.

Ficaram em choque novamente, pois não sabiam o que fazer.

Mais uma vez a Assembleia reuniu-se com o sábio Minguim a fazer de moderador. Voltou a fazer sentido a proposta apresentada por Pinguim San de todos suicidarem. Os pinguins eram assim muito solidário e próximos uns dos outros.

A maioria da comunidade concordou com esta decisão, um por todos e todos pelos pinguins, era o lema dos Penguan.

Só que uma voz não aceitou esta solução. Minguim não queria que assim fosse, porque o aquecimento global iria passar e era necessário que a tribo se mantivesse viva para que no futuro alcançasse um lugar de destaque entre as futuras tribos que se iriam constituir. Era bem possível que conseguissem chegar a Presidente de algumas cidades que se iriam reconstituir após o degelo. Chegando mesmo a lider da Reserva Natural da Antartica, que fora durante muitos anos liderado por um Urso Polar bastante arrogante e até violento. Estava na altura dos Pinguins assumiram as rédeas da Antártida. E para Minguim, depois do aquecimento era o momento ideal para que esse obejctivo fosse concretizado, até porque não haveria listas oponentes nas eleiçoes que se iriam realizar daí a cinco anos.

Estava decidido. Minguim seria o sacrificado, com muita pena dos restantes Pinguins. Ele era um lider, um exemplo a seguir. Fora ele que acabara de conseguir que Zavni aparecesse de repente.

Toda a comunidade despediu-se de Minguim. Uns choravam, outros deram fortes abraços.

Os Pinguins estavam todos no barco, excepto. Minguim e Zéguim o sucessor do primeiro. Cabia agora a ele ser o responsavel pela comunidade Penguan, durante e depois do aquecimento. Os pais de Zéguim estavam emocionados, pois viam o seu filho ser alguém na vida. Já Dinguim estava com inveja do irmão.

Zavni partiu na sua Clarisse em direcçaõ a norte. O Iceberg Crock iria desaparecer daí a minutos e Minguim cairia na agua sendo levado pela corrente em direcção oposta à tomada pelo barco.

Quando sentiu o seu corpo ser tocado na água, fechou os olhos e sonhou......
(continua dia 17..)

2 comentários:

Chica disse...

Estou gostndo...abraços,chica

Francisco Castelo Branco disse...

Zéguim será um lider á altura do sábio?


obrigado chica

Share Button