Etiquetas

sábado, 22 de maio de 2010

OLHAR A SEMANA - VANTAGENS DA CRISE

Estávamos todos a pensar que isto era a brincar e eis que ficámos atolados num pântano. Não fomos só nós. A Grécia, a Irlanda, a Espanha, o Reino Unido, a Alemanha… Enfim, a Europa toda. A ausência dramática de homens de Estado, associada à incompetência absoluta de quem vai para Bruxelas, preocupados apenas com reforma milionária; um neo-liberalismo sem valores e totalmente tecnocrático; uma ignóbil política de subsidiação que financia directamente a corrupção; uma inoperância escandalosa dos mecanismos de decisão… tudo isto “entalou” a Europa. Enquanto se tiram cursos de Direito Comunitário e se fazem tratados, directivas e regulamentos para se fazerem mais cursos de direito comunitário, a Comunidade esvai-se pelo cano de esgoto. Em breve o euro acabará, com a Alemanha cansada de pagar a factura. Os Estados Unidos da Europa tiveram o seu tempo. Deviam ter sido criados há 10 anos atrás. Agora é tarde. A Europa vai acabar dividida, de novo, em estados-nação. Culpa da mesquinhez dos políticos nacionais. Culpa da ganância dos jovens-turcos, mais interessados em Mercedes do que na república.
No meio de tudo isto há vantagens. Vamos ter de aprender a nadar sozinhos. Vamos, finalmente, ter de fazer as reformas sempre adiadas pelos ciclos eleitorais. E, acima de tudo, não vamos poder culpar ninguém. Acaba-se o álibi da Europa. Do Banco Europeu. Dos subsídios. Da política agrícola comum… Acaba-se o sonho federal. Sempre o defendi. Agora é tarde! Uma coisa é certa: desconfio que quem está a aguentar a economia, são os chineses!
Jorge Pinheiro

10 comentários:

João Menéres disse...

Concretamente: Como vai ser o nosso futuro próximo?
Voltaremos à agricultura de substiscência básica?
E o TGV vai servir para quê aos preços que os bilhetes vão custar?
Ainda me lembro do Baptista atravessar o Tejo a nado como preparação para a da Mancha.
Agora ainda se fala de uma nova TT...

Um abraço e inté...

Quase Blog da Li disse...

Jorge,
olhar assustador...

Francisco Castelo Branco disse...

Jorge

Olhar assustador sim
Principalmente se acabar o Euro.
Talvez quem tenha acertado tenham sido os ingleses ao manterem a libra.

Muito provavelmente temos que ir pedir ajuda aos chineses.

E os fundos acabarao em 2012...

Vai ser sempre a cortar..
Até nos Mercedes

Eduardo P.L disse...

Uma coisa é certa, não há milagres! E os cortes doem na carne de quem é cortado! Mas sem dor não há parto! Uma nova Europa haverá de surgir, depois da crise! Crise é sempre uma oportunidade!

Francisco Castelo Branco disse...

Nao acredito que uma Nova Europa surja depois da crise.
Nem o Tratado de Lisboa trouxe novidades.
Pior, só acrescentou problemas. Hoje temos 4 pessoas que dominam a politica externa europeia. Alemanha incluida

expressodalinha disse...

A ideia é parar cm estes disparates e não continuar. Ou a Europa se sabe reformar de urgência ou acaba! O PEC é ao menos...

Cravo disse...

O problema é se Potrtugal tem de saltar fora do Euro e nós junto...
Para não entrar em cenários macroeconómicos (bzzzzzzzzz), vamos lá aos micro (ao nosso bolso).
No dia em que ficarmos fora do euro, tudo o que temos fica a valer metade. A nossa casinha que tem uma hiopoteca de 100.000 euritos, ficará a valer 50.000 euros (já convertidos da nova moeda!). É lá fica o cobertor curto: taxa de cobertura insuficiente, aí vai spread! Já para não falar das taxas indexantes.
Como dependemos muito do que importamos (comida, medicamentos, equipamentos,...) o nosso poder de compra (dado pelo salário ou pensões) reduz-se logo para metade.
Isto sim, acho que seria mesmo um cenário catastrófico. E, não fosse pela entrada de mais companheiros no grupo dos PIGS, a coisa proporcionava-se...

expressodalinha disse...

Não tenho dúvidas que seria catastófruco, mas se não se reformam é o mais certo. Tudo tem o seu tempo. A Europa começou a perder o pé com a queda do muro. Devia ser Federação e não caminha para lá. Os egoísmos mantêm-se.

Francisco Castelo Branco disse...

Ja que estamos numa de depressão, que seria de nós sem os fundos?

Expressodalinha : Numa federação não haveria egoismos?

Eu acho que cada vez mais a europa caminha para uma federação. Note-se o facto de muito provavelmente os Orçamentos de Estado virem a ter que ser aprovados no Parlamento Europeu.

Eu acho que numa Europa com Alemanha, França e Reino Unido é muito dificil nao haver egoismos.
Temos que optar em nos juntar a alguem ou entao caminha solenemente sozinhos...

lusitania disse...

el grande problema ,el euro a moeda unica o maior error de os governos que nao votaram,y sim os ingleses fizeram muito bem deixar a libra ;espero que el euro termine pronto ,a crises e mundial mas tu podes baixar o preço da tu divisa nao do euro,y federaçao en que sentido cuando vemos aqui in spain tantos governos y que se gaste un absurdo dinero en el congresso en traduciones porque los catalanes quieren hablar catalan el vasco igual el valenciano el gallego=absurdo,realmente a maios parte del pueblo no sabe lo que la UE. aparte de la pasta Fondos que se recibe hay mas pero los sueños tiene que evoluir y hay cosas que pertenece a tu pais un luso nunca pensara como un español,etc por mucha union que haya yo siempre havrs desigualdades economicas y de pensamiento sobre todo esso odio a carneirada,besos

Share Button