Etiquetas

domingo, 23 de maio de 2010

História dos Mundiais : França 1998


A vez da França e de Zidane.
O Campeonato do Mundo 1998 consagrou a França como uma potência futebolistica. Seria o primeiro de dois titulos consecutivos já que no Euro 2000, os gauleses se sagraram campeões europeus. Uma geração de ouro do futebol francês conquistava os picos do Mundo. Desailly, Petit, Trezeguet, Makelele, Blanc, Barthez. Mas a grande estrela da selecção orientada por Aime Jacquet era Zinedine Zidane.
Foi um Mundial bem disputado. Aconteceram várias mudanças relativamente ás edições anteriores.
Pela primeira vez 32 selecções participavam no Mundial de Futebol. Apuravam-se para 2ª fase os dois primeiros de cada grupo.
Na fase de grupos destaque para o jogo entre o Irão e Estados Unidos. Jogo fortemente marcado pela luta que estes dois países travaram durante décadas. No campo as duas selecções demonstraram que o futebol faz milagres e une os povos. Nesta fase apenas a favorita Espanha ficou pelo caminho de entre as grandes favoritas. Surpresa para apuramento de Nigéria e Paraguai.
Os Oitavos de final prometiam : A Argentina venceu a Inglaterra, e os brasileiros ganharam ao Chile com golos do novo heroi canarinho , Ronaldo!
Dinamarca, Croácia, Alemanha, França, Itália, Holanda e Alemanha confirmaram o passaporte para os quartos de final. Destaque para a presença da Croácia que apresentava um futebol de encher o olho. Os quartos de final tiveram a presença das melhores equipas do mundo.
Grandes jogos em perspectiva. A França eliminou a Italia nos penalties, O Brasil venceu a Dinamarca. Os outros dois jogos constituiram grande surpresa. A Argentina de Ariel Ortega perdeu contra a Holanda de Bergkamp. Já a Croácia humilhou a Alemanha por claros 3-0.
Nas meias finais, o Brasil apenas venceu a Holanda nos penalties. Ronaldo mais uma vez foi decisivo. E a anfitriâ sofreu para derrotar a surpresa Croácia.
Em 12 de Julho de 1998 em Saint Denis, os campeonatos do Mundo conheciam uma final inédita. De um lado o Brasil que estava na sua segunda final consecutiva e já pensava no Penta há bastante tempo. Curioso o facto do técnico Mário Zagallo a cada jogo que ganhava contava os desafios que faltavam para o "Penta". Mas do outro lado estava a França que vinha a fazer um excelente torneio.
Zidane por duas vezes e Emmanuel Petit já no final do encontro derrotaram o Brasil e deram à França o seu primeiro titulo Mundial. Foi um jogo marcado pela ausência do melhor jogador do Brasil, Ronaldo. Muito se especulou sobre a sua não inclusão nos convocados.
Este Mundial teve várias curiosidades:
Foi pela primeira vez adoptado o sistema de três substituições.
Romário, o baixinho, ficou de fora do Mundial, dizendo depois que "ainda bem que não vou ao Mundial assim posso sair à noite".
O seleccionador argentino proibiu que os seus jogadores fossem de cabelo comprido para França. Batistuta teve que cortar os seus longos cabelos.
Antes do Brasil x Noruega houve um casamento entre nacionais destes dois países no relvado do Velodrómo de Marselha.
Este foi o ultimo Mundial de lendas do futebol como Taffarel, Bebeto, Toni Polster,François Omam-Byuik, Giuseppe Bergomi, Stoichkov, Zubizarreta, Yekini, Enzo Scifo, Thomas Hassler, Jurgen Klinsmann e Abel Balbo.
O França 98 foi um campeonato do Mundo especial por consagrar a selecção anfitria pela primeira vez como Campeã Mundial.
Em 2002, o Mundial seguiria para a Ásia. Foi dos piores torneios que a FIFA organizou com as arbitragens e mau futebol praticado devido ao desgaste provocado pela longa época a serem os principais vencedores do certame asiático......

3 comentários:

Larissa Bona disse...

Ronaldo teve uma convulsão horas antes da final. Dizem que ele não aguentou a pressão, ou como se diz aqui no Brasil, ele "amarelou".

O certo é que foi um erro tê-lo escalado para aquele jogo se não estava bem.

Mas por outro lado, como Zagallo justificaria não ter a principal estrela do time na final do mundial.

A inconformação por termos perdido essa Copa foi tão grande, que inclusive abriram uma Comissão Parlamentar de Inquérito no Congresso Nacional para averiguar isso.

Ronaldo, que na época era conhecido no Brasil como Ronaldinho, foi até mesmo interrogado.

Lembro-me que não assisti à final, porque viajava de Brasília a Bauru, e só soube do resultado quando o ônibus parou para abastecer. Ficamos todos silenciosos durante toda a viagem.

Francisco Castelo Branco disse...

Bem Larissa essa da comissao parlamentar é uma novidade.

Durante estes Mundiais houve muitas intromissões politicas no futebol.

A Selecção iraquiana foi torturada apos o seu regresso de França.
Quem mandava na federação? o filho de Saddam

Francisco Castelo Branco disse...

Nesse Mundial gostei mais de Rivaldo.
Nunca fui fa de Ronaldo

Share Button