segunda-feira, 17 de maio de 2010

5.1 Crise de 1383-1385

A Crise de 1383-85 e as consequências que dela advieram foram dos momentos mais importantes da nossa história. A par dos descobrimentos, implantação da Republica, Revolução de Abril e Entrada na UE; este momento glorioso da nossa história será recordado como um começo de uma nova página na História de Portugal. Tudo começou com a morte de D.Fernando. Mais uma vez o problema da sucessão estava na ordem do dia no Reino.

D.Fernando só tinha uma filha. Do casamento com D.Leonor Teles nasceu D.Beatriz. Devido às boas relações que D.Fernando tinha com Castela, prometeu a sua filha ao Rei D.João I de Castela.

Sendo assim, em Maio de 1383 D.João de Castela e D.Beatriz deram o nó. Aclamados pelo povo, desconfiados pelo clero e odiados pela nobreza; começou de novo um período de lutas em Portugal para a sucessão do trono.

D.Beatriz e o rei espanhol tinham do seu lado o povo, o clero, a burguesia e a baixa nobreza. A alta nobreza e alguma parte do clero temia que este casamento significasse a perda de independência de Portugal.

Com a morte efectiva de D.Fernando e tendo D.Leonor Teles de "aguentar" o Reino sozinha, era um facto que os espanhois viriam tentar conquistar Portugal. Nem as vias diplomáticas serviram para afastar nuestros hermanos de mais uma tentarem "unir" a Península.

De um lado o povo e burguesia que não se importavam com aliança "Luso-espanhola" e do outro Clero e nobreza tentanto arranjar a alternativa possível a D.Beatriz e D.João I de Castela.

A escolha dos nobres recaiu em D.João , mestre de Aviz. Bastardo de D.Pedro I. Foi este homem diplomático e muito religioso o escolhido pela maioria das pessoas que receavam a perda da independência após D.Beatriz ter chegado ao trono.

Contudo, e apesar de ter conseguido se proclamar Rei de Portugal, D.João e o Reino ainda tiveram de passar por um crise enorme. Estava dado o mote para que se iniciasse mais um período conturbado em Portugal.

Começava a luta pela sucessão no trono. Iniciada estava a crise de 1383-1385 , período a que muitos chamam de interregno

(continua dia 31...)

1 comentário:

Sandra disse...

PASSEI PARA LHE DEIXAR UM GRANDE ABRAÇO AMIGO. ATÉ MAIS.
SANDRA

Share Button