Etiquetas

sábado, 13 de março de 2010

Falaram os Senadores

Em directo de Mafra, acompanho a reunião magna Social-democrata.
Falaram Marcelo, Santana e Marques Mendes.
Todos ex-lideres. Vítimas das guerras internas que "minaram" o PSD.....
É pena que num Partido como o PSD, pessoas como Marcelo, Santana e Mendes tenham sido vitimas do funcionamento do seu próprio partido.
Apesar disso, nem todos podem estar metidos no mesmo saco.
Marcelo apelou à unidade. Unidade essa que não permitiu ao Professor regressar. Foi hoje que acabou o mito do sebastianismo. Se não foi desta que Marcelo regressou em definitivo, não será nunca mais. Os rumores à volta de Marcelo irão acabar. Pois o que parece é que o Professor não tem estofo para liderar o partido. Porque quer ser o unico candidato à liderança. Não quer ter adversários nem discutir ideias. Quer que o aclamem como herói e salvador. Isso não vai acontecer nunca pois o PSD é um partido de poder.....

O que estas primeiras horas de congresso revelaram foi um regresso ao passado. De Marcelo e dos tempos em que Sampaio "matou" politicamente Santana Lopes.

Mas os Sociais-democratas têm uma boa razão para sorrir : estão cá todos os senadores, leia-se Ex-lideres, para ouvir os candidatos do futuro. Vieram cá apoiar e apontar soluções de futuro. Que os futuros lideres desejam ou não seguir.

Qual foi a razão porque estes homens não resistiram? e irá acontecer o mesmo a quem pegar no partido a partir de dia 26.........

4 comentários:

Francisco Castelo Branco disse...

Notas:

Marques Mendes foi o unico a falar na Justiça.
E a apontar medidas.
É uma falha clara dos governos que têm passado. De todos sem excepção.

Até agora falaram 3 ex-lideres.
Marcelo falou de unidade e do país.

Santana preferiu (mais uma vez), ajustar contas com o passado

Mendes meteu o dedo na ferida ao esclarecer que o PSD nao pode continuar a ter guerras internas. Nem quando for governo de continuar os "jobs for the boys".

Ainda falta Menezes....

Quais as expectativas em relação aos discursos dos novatos?

expressodalinha disse...

Boa descrição dessa salganhada toda. Ainda ninguém percebeu o que querem além de tomar o poder. Um propósito coerente, mas indigente.

Francisco Castelo Branco disse...

Dos discursos dos Exs., Marcelo foi muito explicito ao que vinha.
Concordo com as suas ideias e projectos.
É um homem inteligente.
Pena que não se candidate.
Para mostar realmente o que vale!

Francisco Castelo Branco disse...

Marcelo voltou 11 anso depois para tentar unir o partido.
Isso é um facto.
Não se candidatou, porque o partido não se uniu à volta dele.

Apesar disso, deveria ter ido a jogo.

Mas saúda-se a sua colaboração para alertar o partido de que se as coisas não mudarem nunca vão chegar ao governo.

Que chegou o tempo das guerras internas acabarem..

No mesmo sentido Marques Mendes.
Mais uma voz sábia a alertar os candidatos.

E porquê? porque foram vitimas dessas mesmas guerras.
Mais Mendes do que Marcelo

Share Button