Etiquetas

quarta-feira, 10 de março de 2010

6º Poema 2fase - Ideias e Liberdades

iniciar com uma frase
{Lamber os entre folhos corporais do poema}.
a ideia que resulta dos movimentos de gestação
implícitos a deixa inicial com que se parte,
com um aparte,libera o leitor, para as imediações erógenas da prosuposição.
deverá o poema portar a sensibilidade de uma glande?
e desinibir uma sensualidade restritamente intrínseca
a partir da primeira ideia, toda ela associada, a uma intimidade corporal?
exteriorizar a partir do interior/interiorizar a partir do exterior,
é a ambiguidade peremptória, da troca de fluxos
que remete todo o poema para um espaço de transmissões,
e talvez o egoísmo incontinente da envolvência dos corpos latente e a fugaz troca de fluidos,
retire ao criador, a razão, ou na melhor das hipóteses,
active morte em todo o contexto poético.e assim ao aproximarmo-nos do concluir da ideia,numa ultima analise conclui-se:que, a sensualidade conectada de morte, poderá mutilar a leitura,
ou em areias proibitivas, despoletar oceanos de muita satisfação.

Poema de Luis Brandao

2 comentários:

Sandra disse...

Parabéns muito bom.
Sandra

Francisco Castelo Branco disse...

Dia 17 é o ultimo poema deste tema.

Dia 18 saem os resultados dos primeiros poemas,

Dia 24 começa o tema :Natureza 4 Elementos

Share Button