Etiquetas

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Com este Coelho temos futuro

Pedro Passos Coelho deu ontem uma entrevista á Rtp. A pouco tempo de se iniciar a corrida (mais uma...) á liderança do PSD, este é o unico Coelho que assumiu e dá a cara por um projecto para o partido. Enquanto os outros andam a fazer comentários na TV (pouco dignos diga-se...), no Parlamento a discutir casamentos gay, a tentar arranjar congressos, a ir a Bruxelas a voltar, ou simplesmente a não fazerem nada, Passos Coelho é o unico que dá a cara e assume um projecto. E há bastante tempo. Porque na politica deve-se assumir aquilo que se quer. E não a ser hesitante e a esperar........

Ou se quer ou não.

E Passos Coelho quer. Quer um PSD onde todos possam participar ( elogios a Aguiar-Branco), possam discutir ideias e contribuir para fortalecer o partido. Não quer e bem, um partido fracturante em que como aconteceu com MFL, os desalinhados são postos fora de parte. Alias, aquilo que aconteceu com PPC nas ultimas eleiçoes, pois so o PSD tinha a ganhar com um Coelho no Parlamento.

Não quer este modelo socialista na governação. Governo que a esquerda tanto diz que é de direita. Assume uma postura de Direita e Liberal. Ao contrário e muito diferente deste PSD que não se sabe muito o que é, por onde vai ou o que pensa.

Ontem vimos um candidato a lider da Oposição determinado e com vontade de mudar. Se o resto dos "candidatos a candidatos" não se entenderem é bem possivel que contrariando a profecia de Marcelo "o partido fique entregue" a este Coelho.

Porque é que o Professor não avança?

7 comentários:

ellen disse...

O professor é um troca tintas... lol

Beijinho

O Australopithecus disse...

Não podia concordar mais.

Francisco Castelo Branco disse...

com o post ou com o comentario anterior?

O Australopithecus disse...

Com o post. Se bem que o comentário anterior também não está errado de todo..

Francisco Castelo Branco disse...

E que dizer entao de PPC?

É o lider ideal para o PSD?

O Australopithecus disse...

Sim, sem dúvida. Antes de mais é um rosto verdadeiramente novo no panorama político nacional. Não se pode dizer que o PPC seja um "discípulo" ou um "protegido" do Cavaco, Marcelo, Barroso, Ferreira Leite, Santana ou outros tantos que têm marcado os últimos anos deste partido (será talvez até por isso que muitos dos "barões" têm receio dele). Não pertence a nenhuma facção dentro do PSD, pode-se até considerar que já está a ganhar o seu espaço próprio dentro do partido.

Depois tem as ideias e, também bastante importante em política, a imagem. Como referiste, não quer mesmo este modelo socialista/social-democrata de governação, que é tudo o que se tem tido em Portugal. Ainda hoje em dia, passados tantos anos do 25 de Abril, o único partido do Parlamento que tem uma verdadeira alternativa não socialista é o CDS. É um liberal, tanto para a economia, como para os costumes, que, sejamos francos, irá colher mais votos junto do eleitorado mais moderado e do mais jovem, do que o forte conservadorismo da Manuela Ferreira Leite (ela, sendo de um partido mais ao centro, consegue ter uma imagem mais conservadora do que o Paulo Portas, Teresa Caeiro ou Nuno Melo).

Quanto aos possíveis oponentes, o tempo do Marcelo já passou e não foi muito bonito enquanto durou, assim como o de outros nomes de que se fala. Sobra a esperança da Manuela, o Paulo Rangel. Sinceramente não aposto muito nele. Não me parece homem para derrotar o Sócrates em confronto directo. A vitória que teve nas Europeias, foi mais uma grande derrota do PS e o facto de só ter tido 2,5% a mais que a Manuela nas Legislativas, só ajuda para aumentar as minhas dúvidas quanto à sua capacidade para capitalizar voto.

Francisco Castelo Branco disse...

Boa analise.
Até porque Paulo Rangel parece-me que nao e muito coerente com a suas ideias.
E aquela figurinha .....

Concordo com o que disseste sobre PPC.
Parece-me ter essas caracteristicas diferentes do que temos assistido dentro do PSD.
E bem distinto de Socrates

Share Button