Etiquetas

terça-feira, 20 de outubro de 2009

O Brasil também é feio



É com muita tristeza que subo o post de hoje, pois falo sobre um evento lamentável que aconteceu no último sábado, dia 17.10.2009, a derrubada de um helicóptero da Polícia Militar do Rio de Janeiro, por traficantes.

Tudo começou quando um grupo de traficantes chamado ADA (Amigos dos Amigos) tentou invadir o morro dos Macacos, controlado pela facção criminosa Comando Vermelho e, com isso, iniciaram um tiroteio.

A Polícia foi acionada e um helicóptero, com seis policiais dentro, começou a sobrevoar a região. Pois bem, os traficantes atiraram no helicóptero e o atingiram.

O piloto tentou fazer um pouso forçado em um campo de futebol, mas a aeronave explodiu ao tocar o solo. Dos seis ocupantes, dois morreram imediatamente e outro veio a falecer ontem, no hospital.

A queda desse helicóptero representa muito mais do que a morte desses heróis, trata-se de uma prova cabal que o crime organizado é muito mais poderoso do que se pensa e, se as autoridades no tomarem uma atitude logo, teremos uma segunda Colômbia na América do Sul.

O pior de tudo é violência, gera mais violência, pois os policiais do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais) – aquele mesmo do filme Tropa de Elite – já entrou em ação e ocupou o morro dos Macacos, fazendo com o que o número de mortos subisse para 22.

Acredito que a violência no Rio de Janeiro deixou de ser um problema só do Estado e ganhou uma dimensão nacional há muito tempo.

É preciso que o Exército brasileiro entre em ação, não para subir nos morros e matar bandidos, mas sim coordenar-se com a Polícia, para criarem planos de operações para combater o tráfico de drogas, a violência e a barbárie que o Rio de Janeiro, o lugar mais lindo do Brasil, vem sendo submetido.

Larissa Bona

9 comentários:

Francisco Castelo Branco disse...

Qual a solução para resolver esse problema Larissa?

tem fim á vista?

é um problemao, na medida em que os jogos Olimpicos se aproximam

Larissa Bona disse...

Pois, é um problema muito grave que apenas tende a piorar! As drogas são o mal da humanidade, desde que a mesma existe! Solução é para esse problema é distribuição de renda e educação. A força não é a melhor maneira de combater a isso!

Marta Sousa disse...

A criminalidade no Brasil atingiu um estado praticamente caótico e anárquico. As medidas não foram tomadas no tempo devido e deixou-se o país mergulhar numa onda de violência sem precedentes. O êxodo da população para as grandes cidades e o constante "amontoar" dessas mesmas pessoas em favelas contribui para que se gerasse um barril de pólvora que ao longo dos últimos anos tem explodido regularmente.

A falta de medidas de apoio social e de inserção gerou o que todos vemos: mortes diárias, abusos de poder por parte dos "senhores da droga", desrespeito pela autoridade e acima de tudo um comércio de droga que não tem fim à vista. Existem organizações de traficantes com um poder de fogo superior ao da polícia e até mesmo ao do exército!

Certamente para as crianças que crescem na favela o tráfico e consumo de droga não é dado à escolha,é prática social enraizada já nas famílias. Muitos dos jovens que entram no mundo da droga (como consumidores ou traficantes) fazem-no porque não existe outra saída.

A juntar a tudo isto as grandes disparidades num país como o Brasil faz com que as camadas mais baixas queiram (pelo menos aparentemente) assemelhar-se às mais altas, para isso mesmo fazem de tudo para ganharem bom dinheiro. Assim se justifica a prostituição, o tráfico de droga e armas e todo o tipo de mercado negro que é efectuado nas grandes cidades brasileiras.

Francisco Castelo Branco disse...

O pior é que essas mesmas favelas estão no meio da cidade.
Como é exemplo disso mesmo o Rio de Janeiro.

Maria Augusta disse...

Acho que a única saida é a educação e empregos. Talvez todas as obras que devem ser lançadas para os JO e a Copa de 2014 criem empregos e as pessoas deixem de se tornar na direção das drogas e do crime para sobreviver.
Se este tiroteio tivesse ocorrido algumas semanas antes a cidade teria perdido o direito aos JO...e mesmo agora este tiroteio foi noticiado em grandes manchetes aqui na Europa, muitos se perguntam como serão estes JO se o problema persistir...
Abraços.

Francisco Castelo Branco disse...

Maria Augusta

Apesar desses eventos trazerem emprego e oportunidades tb vao criar algumas desigualdades.

Nao me esqueço que foi com o EURO2004 que começaram os problemas economicos de Portugal.

É preciso pensar bem no pós JO e Mundial.

Fatima Cristina disse...

O problema é sério e não é nenhuma novidade. Está cada vez se agravando mais com o tempo, devido a falta de um pulso forte por parte dos governos estadual e federal e também da polícia.

Tembém tenho a mesma esperança da Maria Augusta. Talvez com os Jogos Olímpicos e com a Copa, o Brasil e em especial o Rio de Janeiro venha a oferecer mais oportunidades aos desempregados. Portanto, conforme lembrou bem o Francisco, existe os efeitos "Pós-Copa" e "Pós-JO" que podem fazer este processo reverter mais uma vez...

Talvez fosse melhor combater também o consumo das drogas (feito na maioria das vezes por pessoas de classe média-alta da sociedade brasileira) e não somente o tráfego, para se conseguir reduzir um pouco o poder deste sistema tão poderoso!

Sim, o Brasil também é feio...
É doloroso, mas tenho de concordar!

Abraços.

Francisco Castelo Branco disse...

o que nao entendo é como é que o problema se agrava e nao diminui.....

com o passar do tempo deveria ser essa a tendencia...

Quase Blog da Li disse...

Vivo num país de ninguém...
Não há explicação nem solução.
"Brasil,
Mostra a Tua Cara"
MOSTROU:
http://www.youtube.com/watch?v=jkGLzry2z6c


(esse é Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos)

Share Button