Etiquetas

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Federações do Brasil: Amazonas

Encontro do Rio Negro e Solimões em Manaus, atração turística do Estado.



Retomo hoje a série Federações do Brasil, falando do maior Estado da Federação brasileira: o Amazonas.



A sua extensão de é 1.570.745.680 km², ou seja, seria como se juntássemos a França, Espanha, Suécia e Grécia em um só território.



É neste Estado, que faz fronteira com três países (Peru, Colômbia e Venezuela), que está localizado o maior rio do mundo, o Rio Amazonas, e grande parte da floresta amazônica.



A economia do Amazonas baseia-se na indústria, extrativismo, mineração e pescas. Ao contrário do que muitos pensam, o Brasil não usa a floresta amazônica para produzir etanol, pois as terras de lá não são boas para o plantio de cana de açúcar.



A sua capital é Manaus e trata-se da maior cidade da região norte. É nela onde está instalada a ZFM (Zona Franca de Manaus) que foi criada em 1967 para estimular a industrialização do Amazonas, pois pelo difícil acesso ao Estado, as indústrias não tinham interesse de se estabelecerem lá.



A ZFM é uma área de livre comercio, onde os produtos importados não sofrem tributação. Por isso, houve não só uma intensificação do comércio no Amazonas, mas também a criação de um pólo industrial expressivo em Manaus, especialmente, de empresas de tecnologia, que necessitam de peças importadas do mundo todo para produzir bens eletroeletrônicos.



O Amazonas também possui um turismo ecológico muito forte, pois pessoas do mundo todo viajam para lá para conhecer a floresta amazônica e os povos indígenas que habitam o interior do Estado.



Isso sem falar das festas populares, como a Festival Folclórico de Parintins que reúne milhares de pessoas, no último final de semana de junho, no Bumbódromo (uma espécie de estádio em formato de cabeça de boi, que tem capacidade para 35 mil pessoas), onde duas agremiações, o Boi Garantido e o Boi Caprichoso, competem para saber quem é o melhor boi.



Eu nunca fui a esse festival, mas morro de vontade de ir e, pelo o que vi pela TV, aconselho a todos a irem, pois é um espetáculo tão grandioso como o Carnaval.



Muito embora o Amazonas seja o maior Estado do Brasil, por conta justamente da floresta, é um dos que tem menor densidade demográfica. Para vocês ter idéia, todo o Estado tem um pouco mais de 3,4 milhões de habitantes, enquanto a região metropolitana Fortaleza, cidade onde vivo, tem um pouco mais de 2 milhões de habitantes.



De todas as Unidades Federativas, é a que concentra a maior população indígena, sendo que a maioria da população é parda, com uma mistura de sangue indígena com europeu.



Os maiores problemas deste Estado são, infelizmente, ligados à questão ecológica. O principal trata-se do desmatamento inescrupuloso da floresta amazônica, seguida da pirataria biológica e da marginalização dos indígenas que são considerados, pelo governo brasileiro, como legalmente incapazes.



Larissa Bona

1 comentário:

expressodalinha disse...

Pareceu-me haver no Brasil um certo complexo de superioridade na gente de Manaus, misturado com algum desprezo dos outros. É um facto ou foi só impressão?

Share Button