segunda-feira, 19 de outubro de 2009

2.1. Aspectos Culturais e Religiosos

São muitos os aspectos culturais e religiosos dos romanos na Península Ibérica:

Senão vejamos :

Em relação aos aspectos culturais temos como grande cartão de visita da romanização na Península o latim.

O Latim foi a grande dádiva que os romanos deram aos peninsulares. Graças ao Latim nasceram o Espanhol e o português. Acabou por se impor como língua oficial. Foi um factor de ligação e união entre os povos. De comércio, troca de ideias e de comunicação. Sem o latim provavelmente o espanhol e o português não existiam.

Após a chegada dos Romanas, as povoações , que viviam nas montanhas começaram a descer para as planícies e vales. As cidades portuguesas que surgiram com os Romanos foram: Braga, Beja, Santiago do Cacém, Coimbra e Chaves.

Na industria desenvolveu-se sobretudo a Olaria, minas, tecelagem e pedreiras. Com os romanos surgiram as feiras e os mercados. Principal instrumento na troca de bens e serviços.

Os romanos trouxeram os teatros, as pontes, os aquedutos, os monumentos em honra dos deuses. A sua presença é vasta e muito importante. Ainda hoje se mantêm vestigios romanos, como as pontes romanas que se mantêm quase todas, o templo de Diana em Évora e entre outros.

Vista de Conímbriga

Tal como os Gregos, os Romanos tinham os seus Deuses.

Não eram específicos da Península Ibérica, mas é conhecer as suas divindades :

Assim:

Jupiter era o Senhor do Universo; Marte - Deus da Guerra ; Quirino - Fundador de Roma; Minerva - deusa da Inteligência e Sabedoria ; e Juno - Rainha do Céu.

Os Romanos trouxeram muitas coisas para a Peninsula, como já vimos. Talvez até mais do que os Arabes que estiveram cá muito tempo. Foram eles os impulsionadores da cultura, da arquitectura, da língua, da religião. E de certo modo da maneira de fazer comércio.

Mais do que os Árabes, os Romanos tiveram uma importância fundamental na Península Ibérica da altura. Até porque, nos tempos que correm, as influências dos romanos estão muito mais presentes. Em termos culturais mas também mentais....

Afinal, não é só em Roma que se pode ser Romano....

(continua dia 2 Novembro...)

1 comentário:

expressodalinha disse...

Nós continuamos a ser filhos de Roma. Os visigodos quando dominaram a Península, aculturaram-se com os romanos. Assim a presença romana foi ainda mais duradoura. De salientar que muitas das divindades locais foram, como era hábito da política de tolerância religiosa dos romanos, adoptadas para o pateão romano e o seu nome latinizado.

Share Button